Sock Boots

O outono nem bem começou no país, e na região sul, os dias tem alternado bastante de temperatura, mas já temos tido dias mais frios, tanto é que outro dia já tivemos a presença na friagem por aqui e isso implica em montar produções mais quentinhas.

A partir do momento em que começamos a perceber os dias mais gelados e provavelmente, mais úmidos, por causa das chuvas, um dos calçados coringa são as botas, que a cada estação vem com mais opções, cheias de estilo e identidade, para todos os gostos.

BeFunkyCollagelookmeias

O tema é a sock boot é um modelo de bota de cano médio para baixo que tem cara de meia. Na verdade, a ideia é essa mesma, parecer que você vestiu uma meia por cima da bota, isso tudo cria um outfit com mais atitude e presença.

Vem ver alguns modelos:

Slide1

 

  1. Sock boot preta de tricot em material sintético, cabedal de bico fino, de cano médio/baixo e salto alto fino, da Colcci na Zattini.
  2. Sock boot red fever em malha com detalhes trabalhados, em material sintético, cabedal de bico fino, cano médio/baixo e salto alto fino, da Tanara na Zattini.
  3. Sock boot em malha mescla em tom acinzentado, cabedal de bico fino, cano curto e salto grosso médio, da Santa Lolla na Zattini. 
  4. Sock boot vermelha canelada, em material sintético, cabedal de bico arredondado, cano médio e salto grosso médio, da Dakota na Zattini.
  5. Sock boot preta em material esportivo, cabedal de bico fino, cano curto/médio, detalhe traseiro e salto alto grosso em acabamento verniz, da Jorge Bischoff na Zattini.

O grande diferencial deste modelo de bota é que oferece a possibilidade de sair do look comum de inverno, muito óbvio, sóbrio e sem graça. Mas, sim destacar a produção com mais presença e autenticidade.

Por outro lado, acho importante destacar que na hora que você for experimentar este tipo de calçado, observe se é bem estruturado na parte interna, dê preferência para os modelos mais “durinhos” por dentro, pois se isso não ocorrer e o salto for alto é fácil você ter dificuldade ao se equilibrar e até propiciar uma virada de pé. Pense nisso!

Sandália de tira e salto quadrado

Sabe a clássica sandália de tiras, também chamada de ankle strap sandal? Trata-se daquele modelo super tradicional, com apenas uma tira frontal e com uma tornozeleira como sistema de fechamento, podendo ter a parte traseira fechada ou aberta. Essa é uma modelagem que nunca sai de moda, entra ano, sai ano, entra estação, sai estação, e ela  permanece sendo sinônimo de elegância e estilo.

Slide1

Mas, nesta nesta temporada primavera/verão este modelo ganhou mais uma versão, com salto quadrado de altura média, o que significa mais conforto para a usuária.

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

Slide21. Sandália ankle strap em couro, na cor nude, salto quadrado médio para alto, tira frontal de espessura fina, parte traseira fechada com tornozeleira móvel e mini fivela dourada para fechamento, da Raphaella Booz.

2. Sandália ankle strap em material acamurçado, na cor vinho avermelhado, salto quadrado médio para baixo, tira frontal de espessura média, parte traseira aberta com tornozeleira de passantes ajustável e fivela média prateada, da Schutz.

3. Sandália ankle strap em material acamurçado, na cor rosa pink, salto quadrado médio para baixo, tira frontal de espessura fina, parte traseira fechada com tornozeleira móvel e mini fivela dourada, da Shoestock na Zattini. 

4. Sandália ankle strap em tecido, na cor azul royal, salto quadrado médio para alto, tira frontal de espessura média, parte traseira fechada com tornozeleira móvel e mini fivela dourada, da Bebecê na Zattini.

Este modelo de sandália não é exatamente uma tendência, mas sim um clássico item para o  guarda roupa, por isso vale o investimento, já que é algo que você irá usar por um bom tempo. Pensando nas produções; cai bem com qualquer coordenação de peças, dando sempre com um toque mais glam e bem feminino, nas mais variadas propostas de looks.

Tênis Jogging Rosé

Não faz muito tempo falei aqui sobre a tendência dos tênis jogging, que nada mais é do que aquela modelagem com cara de tênis de academia, com inspiração street wear anos 90. Porém, dessa vez, com informação super atualizada de moda, solado branco e com o uso da cor do momento no cabedal, que é o nude rosé.

Slide1

 

Dá uma olhadinha nas sugestões:

 

Slide1

  1. Modelo de tênis jogging com solado todo branco, cabedal nude rosé em lycra, com detalhe frontal e próximo ao cordão envernizado e parte traseira envernizado texturizado tipo croco, da Anacapri.
  2. Modelo de tênis jogging com solado inferior e biqueira pretos, solado superior branco, parte lateral e frontal do cabedal em material rendado com acabamento tipo debrum nude rosé, parte traseira em nude rosé claro liso e cadarços da mesma cor, da Bebecê.
  3.  Modelo de tênis jogging com solado inferior e biqueira nude, solado superior branco com detalhe metalizado de friso no calcanhar, cabedal rosé liso e detalhes texturizados na parte superior da gáspea e laterais e cadarços nude rosé, da Dakota.
  4. Modelo de tênis jogging com solado inferior e biqueira bege, solado superior branco, cabedal de couro nude rosé, detalhes da gáspea e laterias em material acamurçado, laterais com furinhos e cadarços nude rosé, da Farm no Netshoes.

 

Este modelo de tênis incrementa ainda mais uma produção básica ou qualquer outra eleita, fácil de se coordenar com outras peças, dando um ar mais minimalista, com suavidade, delicadeza e ultra feminino por conta da cor e também, acrescentando informação de moda.

Bota de Cano Médio e Solado Tratorado

No outono/inverno as botas, como sempre, são itens indispensáveis, porque elas ajudam a manter a temperatura dos pés mais quentinhas nos dias de frio, proteger os pés nos dias de chuva, dão um toque super característico de inverno aos looks.

Assim, dentre tantas as opções de botas que temos visto por aí, hoje é a vez de falar das botas cano médio com elástico nas laterias, inspirada na modelagem das chelseas e o solado tratorado, que proporciona mais peso ao resultado final da produção, dando um perfume mais rocker.

Dá uma espiadinha nas inspirações:

1. Bota de cano médio, cabedal todo preto com elástico nas laterais, salto baixo e solado ligeiramente tratorado, da Bottero.

2. Bota de cano médio, cabedal acamurçado caramelo com elástico marrom nas laterais, salto médio e solado discretamente tratorado, da Dakota.

3. Bota de cano médio, cabedal marrom, com biqueira estilo derby, elástico marrom nas laterais, detalhe de tira com fivela no meio do cabedal, salto alto grosso e solado tratorado, da Parô.

4. Bota de cano médio, cabedal metalizado em specchio com detalhes em florão, elástico nas laterais, porém revestido pelo mesmo material do cabedal, salto alto grosso e solado tratorado, da Santa Lolla.

Este tipo de modelagem de bota é uma boa opção para o dia a dia, pois são confortáveis, fáceis de calçar e versáteis para se coordenar por exemplo com; calça jeans e jaqueta jeans, calça destroyed com jaqueta de couro, legging de vinil e até mesmo um look mais boho ou gipsy caem super bem.

Mule com laço estruturado

Você provavelmente já deve ter notado como temos falado das mules por aqui, não é mesmo?! Pois é, temos SIM falado bastante, isso porque é um calçado que veio com muita força nas coleções outono/inverno este ano.

As mules ficaram por muitos tempo esquecidas pelas marcas, foi um calçado hit lá nos anos 90, mas depois acabou ficando de lado e foi até considerado como calçado fora de moda e brega por muitos. Entretanto, este ano veio que veio!! É colega… as marcas não se fizeram de rogadas e temos disponíveis uma infinidade incrível desde as básicas de cabedal liso (post da semana que vem!), bordadas, com glitter, com barbicachos, laços estruturados entre outras modelagens.

1. Mule de cabedal de bico fino com laço estruturado em preto, da Tabita.

2. Mule de cabedal de bico fino com laço estruturado em nude rosé, da Uza.

No caso dos laços estruturados é um calçado que não passa sem ser notado, é um detalhe que se faz presente por si só, adiciona peso, originalidade e muita personalidade nas produções de quem usa.

Justamente pelo fato dos laços estruturados das mules causarem tanto impacto visual os looks mais sóbrios e minimalistas destacam-se de maneira  interessante e equilibrada.

Velvet flat

Não faz muito tempo comentei em alguns posts por aqui que o veludo é uma das fortes tendências para a próxima temporada, e isso significa veludo em praticamente tudo, passando por calças, saias, vestidos, blusas, jaquetas, bolsas, mochilas e? Sim, calçados! Calçados em várias versões e modelagens, tem deste scarpins, passando por botas e muita sapatilha. Portanto, hoje é a vez de destacar algumas opções de sapatilhas para você se inspirar!

Dá só uma olhadinha nas inspirações:

1. Sapatilha de design clássico em veludo vinho, cabedal de bico fino e destaque para o laço estruturado, na L’essence da Uza.

2. Sapatilha com design estilo slipper em veludo preto e bordado de abelha na parte superior, destacando a pala mais alta do calçado, da Vicenza.

3. Sapatilha com cabedal de bico fino e tira na parte média, estilo sapato boneca em veludo preto, com detalhes para o botão da tira e contorno do salto em dourado, da Stéphanie Classic.

4. Sapatilha com cabedal de bico arredondado em veludo nude rosé e tiras para amarrações, estilo lace up e referências do ballet clásscio, da Tabita.

O interessante de se perceber é que as sapatilhas em veludo estão disponíveis em diferentes versões, desde as mais clássicas até as de design mais arrojado, oferecendo assim sapatilhas com informação de moda para todos os estilos e o melhor: dando personalidade aos looks, sem que isso atrapalhe a identidade de cada mulher.

Ondinha Fluffy

Não faz muito tempo falei aqui da coleção de chinelos de pelinhos, da Puma criada pela Rihana. Lembra?

Pois é, nessa vibe mais setentinha das coleções outono/inverno, essa coisa do ” não passar discretamente por aí!”, parece estar reinando na moda, ou seja, as marcas investem em modelos clássicos também, entretanto tem muitos modelos de calçados que se destacam por conta da autenticidade.

Assim, essa tendências fluffy, que traz à tona aquela coisa do “fofinho”, que já temos visto por aí em casacos, agora promete causar nos calçados, tirando qualquer possibilidade de ser óbvio, no mais básico dos looks.

A adição de detalhes com pelinhos, seja na parte interna do calçado, como se destacou o modelo de mule da Dolce & Gabbana, como na parte frontal de sandálias como as Alaïa, Steve Maden e chinelos Puma transformam completamente a produção, dando um ar de ousadia.

Que tal usaria? Conta aqui!

Sandália de nó

O modelo de hoje não se trata exatamente de uma novidade, mas ele virou “novo básico”. Lembro de ter visto essa sandália pela primeira vez em algum editorial, achei criativa a releitura de um modelo tão básico com apenas a adição de um simples detalhe de nó.

 

Essa era a proposta do modelo Clarita, criado pela marca Alexandre Birman. Naturalmente acabou virando item fashionista, muitas celebridades apareceram usando e marcas mais acessíveis criaram suas versões.

Espia as inspirações:

1. Sandália de salto médio, tira frontal e amarração no peito do pé de nó, na cor nude de material acamurçado, da Di Cristalli na Dafiti.

2. Sandália de salto alto fino, tira frontal e detalhe da tira superior com nó, na cor pink em material acamurçado e fechamento de zíper na parte traseira, da Uza.

3. Sandália de salto alto fino, tira frontal lisa e detalhe para a amarração de nó na tira superior, na cor azul celeste em material acamurçado, da Schutz.

4. Sandália de salto alto fino, tira frontal lisa e detalhe de nó na tira superior, na cor preta em material acamurçado e fechamento de zíper na parte traseira, da Dumond na Zattini.

Essa é uma modelagem de sandália super versátil, que possibilita ser usada em todas as ocasiões, formais ou não. Já que tem um design bem limpo, pode ser coordenado facilmente com todos os tipos de peças, desde vestidos mais noite até calças jeans e saias, dando sempre um tom glam e bem feminino.