Calçados de Casamento: Sandália – Curadoria Especial

Você já bateu o martelo: decidiu que vai se casar com uma sandália! Pois bem, nessas alturas você já deve ter pensando cuidadosamente no assunto; analisou todos os prós e contras desta escolha, sabe como será o local da cerimônia, seus hábitos em relação aos calçados e o seu estilo. Mas, acima de tudo, você deve ter em mente que a sandália oferecerá conforto e segurança ao caminhar, além de harmonizar com a sua personalidade.

Algumas dicas que podem te ajudar para escolher a sandália perfeita são:

  • Escolha por saltos de altura média.
  • Prefira por modelagens mais tradicionais, em que a gáspea (parte frontal) “abrigue” mais seus pés/dedos. Sabe aquela velha história dos dedos “vazarem (vide segurança e conforto)” ao caminhar? Sandálias de saltos muito altos e com tira frontal reta e de fina espessura, podem causar este tipo de desconforto.
  • Escolha modelos com parte traseira fechada e que tenham algum tipo de sustentação extra como; tornozeleira removível, tornozeleira fixa ou amarrações seguras que tenham a presença de uma fivela de fechamento (observe as imagens abaixo).

BeFunkyCollage2op

Minha curadoria especial de sandália para noivas:

BeFunky Collage

  1. Sandália off white, em material sintético, salto fino de altura média, gáspea em “U”, deixando apenas alguns dedos à mostra, parte traseira fechada e tornozeleira fixa com fechamento de fivela dourada, da Via Uno na Zattini.
  2. Sandália de couro, em acabamento dourado, salto fino de altura média, gáspea em “U”, parte traseira fechada com tornozeleira removível e fechamento de fivela dourada, da Shoestock na Zattini.
  3. Sandália vermelha, em material sintético com acabamento acamurçado, salto alto grosso, gáspea em “U” abrigando todos os dedos, parte traseira fechada e tornozeleira removível com fechamento de fivela prateada, da Jorge Alex na Zattini.
  4. Sandália prateada, em material sintético, de salto alto fino, gáspea em “U” com aplicações de pedrarias e ligeiramente mais recortada (em relação aos outros modelos), parte traseira fechada, tornozeleira removível e fivela forrada do mesmo acabamento da sandália, da Luiza Barcelos na Zattini.

Ainda que este tipo de sandália seja um clássico, te ofereça mais segurança e conforto, imprevistos podem ocorrer no meio do caminho, como: se seu dedinho é mais “gordinho” e costuma machucar com algumas sandália, avalie esta questão. Para algumas mulheres, sandália com a parte traseira fechada e tornozeleira, podem apertar, causar bolhas e trazer muito desconforto, portanto esteja atenta também a essa possibilidade. Por outro lado saiba que; quem tem pé muito magrinho optar por modelos com tornozeleira é garantia de segurança.

E.. para finalizar o conselho que sempre dou aqui, mas não custa ressaltar, né!? Qualquer modelo de calçado novo poderá causar algum tipo de imprevisto, por isso, faça um “ensaio” com este antes do uso oficial, use em casa, caminhe, preste atenção na relação pé X sapato, como ambos se comportam. Notou algum tipo de possível problema? Seja uma pessoa precavida, proteja seu pé com algum tipo de artifício (protetor de silicone, fitas adesivas, etc). Entenda que ir usando o calçado antes do evento fará com que ele vá se “moldando” ao seu pé e consequentemente, evitará lesões.

Sobre a composição do look? Esta modelagem de sandália tradicional, traz à produção um ar mais clássico, super coordenável com os mais variados estilos de vestidos e acima de tudo te deixará elegante, porque no final das contas o que mais importa é que você se sinta confortável e linda.

 

Mule Branca

Quer uma proposta de calçado flat para este domingo? Que tal uma mule branca? A princípio pode parecer bem simples, sem nenhum atributo interessante, não é mesmo?!

c52d3f5ddbdb821d19019a9f6dcef517

Porém, olhando cuidadosamente é possível notar seu incrível design minimalista, bem simples, deixando apenas alguns dedos à mostra, solado/palmilha como se fosse um calçado de bico fino, gáspea bem larga que abriga todo o pé, deixando a caminhar seguro e silencioso. Modelo ideal para uma produção mais clean, neste domingo!

Sandália Gladiadora

Nesta temporada primavera/verão as sandálias gladiadoras aparecem novamente como mais uma possibilidade na enorme gama de sandálias sem salto, mas  desta vez estão com os canos e amarrações de médias a curtas, em tons claros e terrosos.

BeFunkyCollage

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

Slide1

 

  1. Sandália gladiadora caramelo, de material sintético e acabamento acamurçado, tiras laterais grossas por onde passam os cordões para finalizar com amarração de cano baixo, da Via Marte na Zattini.
  2. Sandália gladiadora branca, de material sintético, parte frontal com detalhes de ilhóses por onde passam os cordões, parte traseira fechada e cano médio, da Beira Rio na Zattini.
  3. Sandália gladiadora marrom, de material sintético acetinado, multi tiras finas que se entrelaçam e se unem por nós, amarração baixa na altura do tornozelo, da Amaro na Zattini.
  4. Sandália gladiadora marrom, de material sintético, tira frontal em “X”, parte traseira com fechamento de zíper de altura média, laterais com mini ilhóses por onde passam os cordões até a altura do tornozelo, da Fioratto na Zattini.

A sandália é uma ótima opção de sandália sem salto para o verão, é um tipo de calçado de superfície bem aberta, deixando boa parte dos pés à mostra, oferendo mais frescor e bem estar para a usuária.

Este é o tipo de calçado perfeito para coordenar produções com um toque folk e boho, com peças fluídas e leves, mas pode ficar interessante também com misturas destes estilos com peças básicas, de modelagem mais simples e hippie chic.

Domingo de calorão?

Sabe aqueles dias em que desde bem cedinho o sol já está bombando? Nessa época do ano, principalmente para quem está na curtindo uns dias de folga na praia, isso é super comum. E… é nessas horas que o que vale mesmo é aproveitar ao máximo a beleza da estação, tomando as devidas precauções, né?! Como beber bastante água, proteger-se do sol e abusar de roupas e calçado fresquinhos.

optoins1

No domingo esteja você de férias ou aproveitando seu dia de folga aproveite seu dia, pense em uma produção prática, fácil de coordenar e acima de tudo confortável. Tudo isso é super possível com a combinação de modelos de sandálias flat, seja estilo boho com uma franjas, estilo minimalista com tira lisa e única ou com uma pegada mais glam em nude rosé e de nózinho.

Calçados de Casamento: Sandália Salomé – Curadoria Especial

Uma das sandálias mais indicadas para noivas é a modelagem salomé, pois é o tipo de calçado aberto que oferece mais segurança e conforto ao caminhar. Mas, vamos entender melhor isso? O modelo salomé original vem de um calçado fechado, com a parte frontal em “T”, com o tempo as modelagens de calçados foram se mesclando, evoluindo e hoje há este mesmo na versão sandália, deixando os dedos à mostra.

Slide1

Esta curadoria foi cuidadosamente elaborada para tal modelagem de sandália, opções com preços acessíveis e saltos ideais para noivas, vem ver:

Slide2

  1. Sandália salomé dourada em material têxtil, de salto alto fino, gáspea e parte traseira com recortes laterias, tira central “T”, da Shoestock na Zattini.
  2. Sandália salomé nude de material sintético e acabamento de verniz, gáspea trançada, tira central em “T”, parte traseira fechada e salto alto robusto, da Luiza Barcelos na Zattini.
  3. Sandália salomé pink em couro com acabamento de verniz, plataforma amalfi, parte traseira fechada, tira central em “T”, gáspea com duas fendas discretas e salto alto fino, da Jorge Bischoff na Zattini.

As sandálias salomé tem em seu design uma forte referência anos 20, bem belle époque, assim este modelo de calçado pode ser uma boa maneira de deixar a produção da noiva com uma identidade única e bem autêntica.

Sandália lace up com salto grosso

Os calçados lace up viraram queridinho da mulherada e sinônimo de estilo nos looks, assim, agora nesta temporada primavera/verão os modelos lace up, ou seja, de amarrações ganharam também a versão em sandálias, que desta vez surgem em saltos grossos de médio a altos.

Slide1

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

Slide2

 

  1. Sandália lace up marrom avermelhado com tiras tipo cordão, parte traseira fechada com zíper, passantes e salto grosso alto de camurça, da Uza na Zattini.
  2. Sandália lace up preta, tiras em material sintético e acabamento acamurçado, amarração frontal e salto alto grosso, da Via Marte na Zattini.
  3. Sandália lace up nude areia, palmilha interna e salto alto médio grosso revestidos por material acamurçado, passantes laterais franjados com aplicações de rebites douradas, cordão com terminação em barbicachos e parte traseira fechada, da Tatiane Moreira na Zattini.
  4. Sandália lace up caramelo em couro e acabamento nobuck, salto médio grosso, cabedal com recortes frontais por onde passa o cordão e parte traseira aberta, da Jorge Alex na Zattini.

As sandálias lace up adicionam uma informação boho à produção, deixando o look menos formal, mais descolado e com movimento por conta dos cordões. Na hora de coordenar as peças vale misturar com elementos mais básicos; como saia com camisa, peças de alfaiataria, maxi coletes, vestidos minimalistas de design clean, bolsas boho com franjas, etc.

Sandália Preta de Pedrarias

As sandálias pretas de pedrarias não são exatamente uma novidade, né?! Na realidade, elas são uma eterno clássico, que em praticamente todas as estações aparecem nas coleções das marcas mundo afora. Entretanto, é um tipo de sandália que destaca a produção por dar um ar mais sofisticado, especialmente nos modelos de salto alto fino que são perfeitos para ocasiões especiais, em que se pede uma produção mais nobre.

Slide1

Dá uma espiadinha nas inspirações:

Slide2

  1. Sandália preta em couro com acabamento em suede, de salto alto fino, parte traseira fechada com tornozeleira e parte frontal (gáspea) com aplicações em pedrarias, da Luiza Barcelos na Zattini.
  2. Sandália preta em couro nobuck, de salto alto fino, tira frontal e tornozeleira com aplicações de pedras e parte traseira fechada com zíper, da Carrano na Zattini.
  3. Sandália preta em couro, de salto alto grosso, gáspea de tiras entrecruzadas com aplicações de pedras em desenho de flor, parte traseira aberta com tiras laterais que finalizam em uma tornozeleira para fechamento, da Shoestock na Zattini.
  4. Sandália rasteira preta em couro, com acabamento interno de material sintético, gáspea do tipo duas tiras e aplicação central de pedras, da Jorge Bischoff na Zattini.

As sandália pretas de pedrarias transmitem um perfume mais elegante à produção, independente da modelagem do calçado, desde o clássico salto alto fino e tira frontal (ankle strap), passando por saltos grossos e gáspea mais elaborada, chegando até as modelagens rasteiras, dando assim um toque mais festivo e noturno ao look. No entanto, em modelagens sem salto ou com salto médio bloco podem ser coordenados em opções para o dia sem qualquer problema.

Sandália Básica

Você provavelmente já teve ou tem uma sandália básica rasteira, né?! Sabe o que é? Trata-se daquele modelo coringa, clássica de verão; um calçado de construção simples, onde o que se destaca é a uma tira central que passa por entre os dedos (dedão e segundo dedo) e sobe até o tornozelo.

Toda temporada primavera/verão, todos os anos, as marcas apresentam este modelo de calçado mudando apenas as materiais, cores tendência e alguns detalhes como acréscimo de hotfix, ou pedrarias, ou miçangas, algum tipo de ferragem etc. Entretanto, estes modelos básicos, lisos e em cores neutras são ótimas opções para looks de verão.

Slide1

Dá só uma olhada nas inspirações:

Slide2

  1. Sandália rasteira básica com palmilha interna matelassada, tira central e laterais em bege envernizado, da Santa Lolla na Zattini.
  2. Sandália rasteira básica com palmilha interna estofada, tira central e laterais/traseira em marrom, da Shoestock na Zattini.
  3.  Sandália rasteira básica com palmilha interna forrada com tecido, tira central dourada com detalhe de ferragem dourada e parte traseira fechada, da Dakota na Zattini.
  4. Sandália rasteira básica em nude rosado, tira central com amarração de nó entrededos e detalhe de metal dourado na parte frontal do tornozelo, da Pietra Fernandes na Zattini.

Este tipo de sandália é um calçado coringa para o calor, porque é super prático de se coordenar com produções de verão, fácil de calçar, confortável e também, vai bem tanto em looks na praia quanto na cidade. Sem contar que, muito provavelmente, por seu design simples e básico, nunca sai de moda, é um daqueles itens indispensáveis para o guarda roupa de verão.

Influência Inca

Domingo, verão e qual a melhor aposta de calçado para um dia assim? A resposta é uma sandália rasteira, sem salto, que te ofereça conforto e deixe seu look incrível!

574fb7cf22ada9214fc942da483a5350

Assim a ideia do dia é este modelo clássico de sandália rasteira com pompons, trazendo toda essa referência peruana à produção sem deixar over, por conta da mistura de cores do calçado com as aplicações equilibrada e em tom sobre tom.

O resultado é um calçado super versátil para o dia a dia, feminino e original. Na hora de coordenar o look misture por exemplo; uma calça jeans destroyed com uma bata romântico, um vestido boho em tons claros, uma composição básica do tipo short e camisetinha, etc.

O frescor do trançado

Nos domingos de verão, momentos em que o sol impera e até mesmo naqueles onde ele não aparece, mas o calor persiste, é indispensável um modelo de calçado fresco e confortável.

BeFunkyCollage

Por isso, a inspiração de hoje é um modelo de sandália flat com referências bem orgânicas e artesanais, que são a cara dos dias mais quentes. Note que as tiras laterais do calçado são delicadas tranças que se mesclam à parte central azul e terminam com tiras de amarrar no tornozelo. Tudo isso, acrescenta um toque hippie, mas sem ser óbvio e é possível de ser coordenado com inúmeras opções de looks de verão, trazendo muito frescor e bem estar para quem usar.