Básico de impacto!

Sabe aquele look básico, tipo calça jeans e camiseta branca? Pois é, ele pode transitar pelos mais variados estilos, ou seja, ir do look esportivo para uma produção mais glam, variando apenas o calçado.

Portanto, isso pode ser uma boa sacada para aqueles sábados super corridos, que durante o dia você tem que fazer mil e uma coisas na rua, mas à noite tem aquele jantar especial com as amigas ou com o boy!

BeFunky Collage

E… se à essa altura não te resta muito tempo para pensar em uma produção mais elaborada, vá pelo mais fácil! Simplesmente troque o seu sapato, deixe o tênis de lado e calce uma sandália básica, com design simples mas que dê peso ao seu look e assim, o resultado final será impactante, feminino. Charme garantido! Ouse nos acessórios e na make!

 

Sandal boot

Certamente você já deve ter visto bastante este tipo de calçado por aí! Talvez não esteja ligando o nome à pessoa, mas garanto que este é um do modelos de sapato que promete ser tendência nesta primavera/verão.

As sandal boots tem uma modelagem semelhante as open boot, mas o que diferencia uma da outra?

As open boot tem um cabedal em peça única, como de uma bota de cano baixo com fechamento de zíper traseiro ou lateral, deixando poucos dedos aparentes. Já as sandal boots tem um cabedal assandalhado, ou seja, peça frontal mostrando poucos dedos e a parte traseira com uma tira que envolve o calcanhar exposto, com sistema de fechamento com fivelas.

Slide1

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

Slide2

  1. Sandal boot de salto alto grosso preto, solado tratorado preto, cabedal liso em couro preto e fivela de fechamento prata, da Cravo e Canela.
  2. Sandal toe boot de salto alto grosso com acabamento em efeito texturizado, cabedal branco e fivela de fechamento ouro velho, da Santa Lolla.
  3. Sandal  boot de salto médio grosso tratorado branco, solado tratorado branco, cabedal caramelo acamurçado e tira de fechamento em ouro velho, da Bebecê.
  4. Sandal boot de salto médio grosso fachetado em bege com acabamento de tacão tratorado branco, solado branco tratorado, cabedal em material acamurçado na cor bege claro, da Ramarim.

A sandal boot pode ser considerada um calçado assandalhado, portanto uma boa opção de calçado primaveril, já que não é para dias muito quentes, nem de muito frio. Quanto à composição da produção não há muito segredo, pois trata-se de uma modelagem com um perfume bem urbano, que pode ser coordenado com as mais diversas peças, em looks mais básicos, minimalistas, ou boyish, ou boho, gipsy, portanto é eclético e dependerá exclusivamente do que combinar mais com seu estilo.

Mule de Salto

Entre tanto os modelos que prometem ser forte tendência nesta próxima temporada primavera/verão 2018 um calçado que tem seu lugar garantido são as mules, que se caracterizam por ter calcanhar aberto com salto, que pode variar quanto a altura e com gáspea (parte frontal) normalmente fechada.

Slide1

Dá só uma olhadinha nas inspirações:

Slide21. Mule em veludo preto, cabedal de bico fino em peça única com recorte na parte do peito do pé, tipo pala de mocassim e salto alto grosso, da Cecconello.

2. Mule em nobuck preto, gáspea de bico fino e tira central na parte superior do peito do pé e salto médio fino, da Arezzo.

3. Mule com cabedal de bico fino em peça única branca, debrum prateado na parte superior, com detalhe do tipo biqueira na cor prata e salto alto grosso, forrado em branco com detalhes de zigzag prata na parte interior do salto, da Stéphanie Classic.

4. Mule na cor nude rosado, cabedal de bico fino com recorte na parte central do pé, detalhes de micro ferragens douradas e peroladas ao redor, tira central fina no peito do pé com uma fivela discreta dourada e salto alto fino, da Tabita.

5. Mule de acabamento glitter, cabedal de bico redondo com pala recortada estilo mocassim, detalhes de 2 barbicachos e salto médio grosso, da Carmen Steffens.

As mules são um tipo de calçado que se destacam no resultado final da produção, dando informação de moda, já que promete ser tendência, mas também porque adiciona um toque mais autêntico e cheio de atitude. É relativamente fácil de ser coordenado com peças do dia a dia de primavera/verão, podendo ser mesclado com peças de meia estação e assim tirar proveito desta característica ser um calçado ideal para esta época, já que não é nem quente demais e nem frio demais também. No entanto é um calçado que exige um certo treino para uso, porque pode sair facilmente dos pés, por isso, experimente com bastante atenção quando for comprar, e observe que quanto mais abrigado seu pé ficar dentro do cabedal melhor, isso te garantirá mais segurança e conforto ao caminhar.

Tamanco de salto grosso

Antes de começar este post vamos esclarecer uma coisinha, ok?! A verdade é; tem muita gente por ai confundindo mule com tamanco. Por isso, acho importante antes de tudo dar uma breve explicação sobre isso. A mule é um calçado com a gáspea – parte frontal do calçado- fechada e parte traseira aberta, tradicionalmente com modelagem de bico fino, salto fino e inspiração Chanel. Já o tamanco se diferencia do modelo anterior por possuir a parte frontal aberta, permitindo com que os dedos fiquem aparentes, semelhante a uma sandália e a parte traseira também é aberta. Explicações devidamente dadas, vamos em frente!

Nesta próxima temporada primavera/verão as mules se destacam em cores marcantes, tira única que cobre boa parte do peito do pé e em salto de médio a alto grosso.

Slide1

Dá uma olhada nas inspirações:

Slide2

  1. Tamanco de salto quadrado, de altura média, com gáspea que cobre parte do peito do pé, deixando 4 dedos aparentes, em camurça na cor vermelha, da Vicenza.
  2.  Tamanco de salto quadrado médio, com gáspea que cobre todo o peito do pé, em camurça azul caneta, deixando 2 dedos aparentes, da Mariotta.
  3. Tamanco em material acamurçado na cor marrom havana, com aplicação de brilhos por toda a parte externa do salto alto grosso, gáspea lisa que cobre todo o peito do pé, deixando 2 dedos aparentes, da Tabita.
  4. Tamanco de salto médio grosso fachetado (que se parece com madeira), solado amadeirado e gáspea com costura central metalizada que cobre todo o peito do pé, deixando poucos dedos aparentes, da Raphaella Booz.

Em tempos em que se fala tanto de minimalismo os tamancos possuem uma construção simples, mas que quando ganham cor impactam ainda mais as produções. Portanto, resultado em uma composição elaborada e simples, ao mesmo tempo.

 

Sandálias Vichy

Lembra que outro dia comentei aqui no blog sobre a estampa vichy? Pois bem, este post de hoje é a prova viva de que esta estampa vai, ou melhor, já está bombando! Ela é forte tendência para a próxima estação, tanto em peças de roupas, quanto em bolsas, acessórios, calçados e claro, como sinônimo de verão são as sandálias tem para todos os estilos.

Dá só uma olhadinha nas inspirações:

Slide1

  1. Sandália de salto alto e grosso em chamois, na cor vermelho rubi, gáspea com tiras entrecruzadas e parte traseira, com tira e amarração em tecido estampado vichy vermelha e branca, da Uza.
  2. Sandália de salto alto e grosso em estampa vichy azul claro e branco, palmilha interior branca, 2 tiras frontais com uma espécie de nó no centro, parte traseira e tornozeleira de fechamento também com estampa vichy da mesma cor do salto, da Capodarte.
  3. Sapatilha assandalhada tipo chanel, gáspea de bico fino jeans com detalhe, parte central do pé com amarração tipo nó em estampa em vichy preto e branco e tira traseira branca, da Vinci Shoes.
  4. Sandália de salto médio fino, tira frontal fina com um discreto laço, parte traseira fechada com sistema de zíper para fechamento, tira de sustentação, tipo tornozelira com discreto laço também e toda forrada com estampa vichy azul escuro e branco, da Suzana Santos.
  5. Modelo tipo chanel com salto baixo fino, gáspea de bico arredondado e todo cabedal do calçado forrado com tecido em estampa vichy vermelho e branco, da Amaro.

Slide2

A proposta de um calçado com estampa vichy é dar mais personalidade ao abusar do calçado como um ponto focal da produção, pode ser uma opção boa para quem gosta de produções mais clássicas, ou para dar aquele up numa produção mais despretenciosa, ao melhor estilo “fiquei fashion assim sem querer”, à la fille française . Mas também pode ser coordenado facilmente em looks com uma pegada mais retrô, romântica e sobretudo com um forte apelo feminino, ou seja, girlie porém com autenticidade.

Embroidered Floral Boot

Você sabe o que significa o título do post? Pois bem, eu te explico, botas de cano curto com bordado floral e com acabamento em veludo, ou seja, nada mais nada menos que super tendência para este outono/inverno 2017.

 

Slide1

Neste inverno o veludo e materiais semelhantes como o nobuck veiram com força total em várias modelagens de calçado, mas a que causa mais impacto nos looks, sem sobra de dúvida, são as botas. E … somado a isso, bordadas em motivos florais e afins dão uma identidade única às produções.

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

 

Slide2.JPG

  1. Bota de cano curto preta de bico arredondado em nobuck, de salto alto grosso, com bordado localizado de um ramo de rosa vermelha, na parte externa, da Arezzo.
  2. Bota de cano curto preta de veludo, bico tendendo para o fino, salto grosso médio, com bordados branco de besouro por todo o cabedal e salto, da Uza.
  3. Bota de cano curto em veludo preto, de bico redondo, salto grosso baixo, com bordados florais coloridos por todo a cabedal e salto, da Vicenza.
  4. Bota de cano curto com acabamento aveludado de suede preto, salto grosso médio, bico redondo e bordado corrido por todo o cabedal e salto, da Tanara.

 

Muito embora este modelo de bota seja super impactante o que significa, para muita gente, ser sinônimo de “marcante” para ser usado muitas vezes é uma opção que sai da zona de conforto na hora de coordenar a produção, dando destaque para os pés. Podendo assim, resultar em looks arrojados com a mais básica das calças jeans e dando um ar mais despojado para produções tipicamente glam.

 

Coturno de salto alto

Quando a marca Louis Vuitton apareceu na semana de moda de Paris com um coturno de salto alto, solado tratorado e acabamento envernizado muita gente torceu o nariz, achou o modelo de calçado muito pesado para ser coordenado com outras peças mais casuais.

Mas, o tempo passou e as marcas assumiram este estilo como uma boa tendência para este outono/inverno, trazendo um calçado impactante, cheio de atitude, estilo e conforto, já que os saltos não são tão altos e grossos.

Slide1

Dá só uma olhadinha, nas inspirações:

Slide2

1. Coturno envernizado de solado tratorado grosso, de salto alto, cano médio, bico arredondado, ilhós prateado e cadarços pretos, da Bottero.

2. Coturno envernizado de solado tratorado leve, salto de médio para baixo, cano médio, ilhós prateado, cadarços pretos e bico redondo, da Love Shoes na Dafiti.

3. Coturno envernizado, salto alto grosso, solado tratorado leve, bico redondo, ilhós prateado e cadarços pretos mesclados, da Tanara.

 

O diferencial desta modelagem é, de fato, produzir uma efeito que sai do óbvio na coordenação da produção. Ou seja, um look com uma pegada mais glam por exemplo, ganha um outro olhar se acrescido deste tipo de coturno. Vale se arriscar, né?!

Bota é bota?

Bota é bota, certo? Não, a resposta não é tão óbvia assim! Atualmente as marcas investem cada vez mais em designs diferenciados e com isso, o resultado nem sempre é um bota comum e corriqueira. Naturalmente, que por uma questão de demanda de mercado, há as modelagens mais clássicas e tradicionais de botas, já que é o que muita gente prefere. Entretanto, são nos detalhes das botas que, aos poucos, elas vão se desligando do formato tradicional e incorporando pitadas de informações de moda, elementos arquitetônicos entre outras coisas e no final se destacam em propostas de calçados bem arrojadas.

 Por isso tudo que comentei acima, uma boa sugestão para a produção de um sábado mais gelado é incrementar o look com uma bota semelhante, com um design mais arrojado no salto e cano mais recortado do que o estilo típico, das botas.

Nadando com a corrente das produções mais minimalistas este tipo de calçado é uma boa opção, pois é onde o restante do look ganhará mais peso e presença. Porém, mesmo que você opte por outros estilos de coordenação de peças, o resultado sempre ficará interessante, inclusive o tradicional calça jeans e jaqueta caem super bem!

Salomé Velvet

Você já deve ter percebido o quanto ultimamente tenho falado e mostrado aqui calçados com acabamento de veludo, né?! Pois é, fato é que este é um acabamento que chegou com bastante força nesta temporada, então não tem como não falar e repetir o assunto, mas em diferentes modelos por aqui.

  

  Hoje como é sábado uma sugestão/inspiração para a sua produção é adicionar um perfuminho retrô, um modelo salomé que acrescenta autenticidade e ao mesmo tempo informação de moda com acabamento em veludo azul marinho.

Na hora de montar a produção se arrisque, o clássico vestido ou saia é sucesso garantido, entretanto vale ousar em produções com uma calça jeans mais sequinha e mesclando estilos, enfatizando assim a sua personalidade única.

Botas, porém envernizadas!

Nada melhor que uma boa bota para o inverno, não é mesmo?! Raro é o calçado que seja tão coringa quanto uma boa bota, e nesta temporada elas vieram repaginas em muitas versões. Assim, hoje é a vez de falar das botas de cano baixo, salto grosso e cabedal com acabamento em verniz.

 

Dá só uma espiadinhas nas inspirações:

1. Bota preta com acabamento envernizado, de salto médio grosso e cabedal de bico fino, da Carrano.

2. Bota preta envernizada, de salto alto grosso e cabedal de bico arredondado em strech, da Schutz.

3. Bota vinho escuro envernizada, de salto grosso baixo para o médio, cabedal de bico arredondado, da Dakota.

4. Bota preta envernizada, salto alto grosso, cabedal de bico fino e fechamento de zíper, na parte central, da Uza.

5. Bota preta envernizada, salto alto fino, cabedal de bico fino e cano em strech, com elástico para regular, da Cecconello.

A grande vantagem das botas envernizadas é que elas acrescentam um ar mais fashionista aos looks, tirando o óbvio de usar, simplesmente qualquer botas no inverno e revelando, desta forma, personalidade e identidade à produção.