Sock Boots

O outono nem bem começou no país, e na região sul, os dias tem alternado bastante de temperatura, mas já temos tido dias mais frios, tanto é que outro dia já tivemos a presença na friagem por aqui e isso implica em montar produções mais quentinhas.

A partir do momento em que começamos a perceber os dias mais gelados e provavelmente, mais úmidos, por causa das chuvas, um dos calçados coringa são as botas, que a cada estação vem com mais opções, cheias de estilo e identidade, para todos os gostos.

BeFunkyCollagelookmeias

O tema é a sock boot é um modelo de bota de cano médio para baixo que tem cara de meia. Na verdade, a ideia é essa mesma, parecer que você vestiu uma meia por cima da bota, isso tudo cria um outfit com mais atitude e presença.

Vem ver alguns modelos:

Slide1

 

  1. Sock boot preta de tricot em material sintético, cabedal de bico fino, de cano médio/baixo e salto alto fino, da Colcci na Zattini.
  2. Sock boot red fever em malha com detalhes trabalhados, em material sintético, cabedal de bico fino, cano médio/baixo e salto alto fino, da Tanara na Zattini.
  3. Sock boot em malha mescla em tom acinzentado, cabedal de bico fino, cano curto e salto grosso médio, da Santa Lolla na Zattini. 
  4. Sock boot vermelha canelada, em material sintético, cabedal de bico arredondado, cano médio e salto grosso médio, da Dakota na Zattini.
  5. Sock boot preta em material esportivo, cabedal de bico fino, cano curto/médio, detalhe traseiro e salto alto grosso em acabamento verniz, da Jorge Bischoff na Zattini.

O grande diferencial deste modelo de bota é que oferece a possibilidade de sair do look comum de inverno, muito óbvio, sóbrio e sem graça. Mas, sim destacar a produção com mais presença e autenticidade.

Por outro lado, acho importante destacar que na hora que você for experimentar este tipo de calçado, observe se é bem estruturado na parte interna, dê preferência para os modelos mais “durinhos” por dentro, pois se isso não ocorrer e o salto for alto é fácil você ter dificuldade ao se equilibrar e até propiciar uma virada de pé. Pense nisso!

Sapatilha Príncipe de Gales

Você notou como a estampa tipo Príncipe de Gales está em alta? Esta promete ser forte tendência nesta temporada outono/inverno, aliás ela tem um “perfume” bem adequado para os dias mais frios, com tons acinzentados ou em preto em riscos irregulares, o que confere mais personalidade por conta do toque dos riscos em vermelho e também, é uma estampa mais comum em produções masculinas, em peças de alfaiataria como ternos e casacos.

BeFunkyCollagepw

E assim como nas peças de roupas, a estampa se apresenta de modo imponente, neste outono/inverno em algumas opções de calçados baixos, especialmente, nas sapatilhas:

Slide1

  1. Sapatilha aberta com estampa Príncipe de Gales, de gáspea de bico fino, parte traseira aberta com tira que envolve o calcanhar e fechamento de tira com fivela na parte do tornozelo, da Drezzup na Zattini.
  2. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales, cabedal de fico fino suave, de design tradicional, da Moleca na Zattini.
  3. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales de estilo esportivo, com referência de slipper, solado branco e vira vermelho, que contorna todo o acabamento superior do calçado, da Beira Rio na Zattini.
  4. Slipon matelassê com estampa Príncipe de Gales, com solado branco alto e acabamento superior em vira preto, da Dumond na Zattini.

 

Em looks femininos com estilo boyish ficam bem interessantes para sair do óbvio nos dias mais frios, e naturalmente em peças mais clássicas como blazers e casacos femininos dão um ar mais tradicional e sofisticado. Aproveite esta tendência para criar a sua própria identidade na sua produção, de forma autêntica, moderna e antenada.

Inverno na Barateira

De tempos em tempos, aqui em Curitiba, tem uma feira de calçados chamada “A Barateira“, trata-se de uma feira onde você poderá encontrar uma variedade enorme de calçados, a maioria femininos, mas tem também masculinos e uma boa quantidade de tênis. 

São de várias marcas, modelos, estilos e sem muito luxo, porque os preços são bem convidativos, a dica é: vá com tempo, paciência e com sapato confortável, e sem muito stress, já que na hora de provar não é que nem em uma loja convencional, que tem lugarzinho pra sentar, com alguém te dando uma atenção e que vai buscar outro número, caso não te sirva. O negócio é self service, escolha os que gosta primeiro, todos (todinhos mesmo!), depois vai lá no cantinho e prove!

Agora até melhorou um pouco, tem um espaço com uns pufs pra sentar, mas como a loja costuma estar cheia, nem sempre vai achar lugar, né!?

Encontrei pesquisando por aí um relato de uma blogueira que foi conferir, dá pra ter uma noção de como está esse ano! Confere lá!

Mais informações no Facebook e  aqui.

Tudo pode ser pago em dinheiro, cartões de crédito e débito.