Calçados de Casamento: Oxford – Curadoria Especial

Quer construir um look de noiva com um calçado sem salto, mas cheio de personalidade? Uma boa sugestão é optar pelo modelo oxford, um calçado que possui uma identidade bem própria, de estilo por vezes vintage, outras boyish, mas que que garante mais segurança e conforto ao caminhar se comparado com um calçado de salto.

Naturalmente , que a escolha do calçado de noiva depende de uma série de fatores, como já falei por aqui diversas vezes, pois é fundamental pensar no que mais deseja, no que está habituada a usar em calçados e também naquilo que cabe dentro do seu orçamento. Entretanto, se depois de já ter analisado todos estes pontos e assim, concluir que um modelo oxford é aquilo que mais se adequa com o seu ideal, perfeito, sem problema algum! Você deve sim optar por um calçado sem salto. Além de tudo, o resultado desta produção ficará muito original!

BeFunky-oxford

Dá só uma espiadinha nesta curadoria especial com oxfords que preparei:

Slide1

  1. Modelo de oxford de material sintético branco, com detalhes em broguês (furinhos) ao redor de todo o cabedal e solado laqueado, da Shoestock na Zattini.
  2.  Modelo de oxford de material sintético nude com acabamento envernizado, detalhes em broguês ao redor do cabedal e solado tratorado branco, da Santa Lolla na Zattini.
  3. Modelo de oxford de couro com acabamento specchio na cor cobre e detalhe estanho, cabedal de bico fino e salto com mesmo acabamento, da Dani Cury.
  4.  Modelo de oxford de couro off white, com detalhes em ouro suave, cabedal de bico redondo, solado laqueado e emborrachado, da Tutu Sapatilhas.
  5. Modelo de oxford de material têxtil com acabamento de glitter, cabedal de bico redondo sem cadarços e solado laqueado, da Shoestock na Zattini.

Para muita noivas, talvez à primeira vista pareça estranho esta escolha, pois o oxford é um calçado mais casual, entretanto vale pensar como uma possibilidade de calçado. Pois, de nada adiantaria você apostar num calçado de salto alto, que ao longo da festa irá te deixar desconfortável, ou que seja algo que você não está habituada a usar. Por isso, repito aqui: se na maior parte da sua vida, você está acostumada a usar seja a modelagem de calçado que for, sem salto, porque te traz mais confiança e conforto, não é no dia do seu casamento que você deva se arriscar com um calçado muito diferente da sua rotina, até porque a festa vai durar horas, você vai querer dançar, terá que caminhar até o altar, terá que cumprimentar seus convidador, enfim é indispensável você estar segura. Assim, não se arrisque, vá em busca do que já conhece, ou seja, gosta de oxford? Se joga neste modelo! Prefira modelagens que tenham algo diferenciado, com uma imagem mais sofisticada como cabedal de bico fino, acabamentos que “conversem” com o seu vestido como rendas, modelos em tecido e acamurçados nude. Tudo isso, dará uma imagem super elegante e harmônica.

Calçados de Casamento: Open Boot – Curadoria Especial

A open boot traz um toque mais fashionista à produção, inclusive da noiva, pois trata-se de um calçado de design contemporâneo, por isso essa informação mais moderna e que não é unanimidade entre as noivas. Entretanto, é um tipo de calçado que se destaca por  por sair do óbvio, dando assim mais atitude e impacto ao look.

A modelagem da open boot tradicional é um calçado com cabedal fechado, deixando apenas a ponteira aberta com poucos dedos aparentes, de cano baixo/médio, de salto alto.BeFunky-popenboot

Dá só um espiadinha nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Open boot branca em material sintético, com plataforma amalfi, de salto alto fino, cabedal de cano médio com ilhós nas laterias, sistema de amarração com cadarços e fechamento de zíper na parte traseira, da Tanara.
  2. Open boot branca com meia pata, de salto alto tipo cone, cabedal de cano médio em couro e aplicações em renda, ilhós nas laterais para sistema de amarração com fita de cetim, da Personal Shoes.
  3. Sandal boot off white, de salto alto grosso, cabedal de cano baixo/médio com costura central em couro, parte traseira aberta e fechamento de zíper nas laterais internas, da Arezzo.
  4. Open boot dourada em material sintético, de salto alto fino, cabedal de cano baixo com costura central e fechamento nas laterais internas de zíper, da Dafiti Shoes.
  5. Open boot dourada em material sintético, de salto alto fino, cabedal de cano baixo, laterais aparentes com efeito macramê e fechamento na parte traseira com zíper, da Shoestock na Zattini.

Caso seu desejo seja optar por uma open boot como o SEU calçado de noiva, buscando sair do óbvio na hora de coordenar sua produção, prefira por acabamentos que destaquem esse toque de sofisticação em materiais como: envernizados, acamurçados, em modelos em tecidos ou rendados, detalhes em pedraria ou cores que revelem essa elegância.

Por outro lado, pense cuidadosamente se existe uma harmonia entre a sua escolha e a sua personalidade, se você está habituada a usar este tipo de calçado, quanto tempo terá que estar calçando, como será o terreno que irá andar e acima de tudo, o quanto este te oferecerá conforto e segurança.

E por último a velha máxima que sempre destaco aqui: trata-se de um calçado novo? Teste antes do dia oficial, ande, caminhe, movimente seus pés, assim você irá “acostumar” seu pé ao calçado e vice versa, descobrindo se existe algum possível lugar que poderá provocar algum incômodo (lesões) e previamente tomar alguns cuidados.

Calçados de Casamento: Sandália Plataforma – Curadoria Especial

Modelos de calçados com salto plataforma são, muitas vezes, adotados entre a mulherada pelo fato de oferecer mais segurança ao caminhar, por não provocar cansaço tão rapidamente se comparado à modelos com salto alto fino. Entretanto, vale ressaltar que; como todo calçado de salto exige um certo cuidado ao caminhar. Também, dependendo da plataforma há uma espécie de chanfro na parte frontal inferior para dar mais estabilidade, ocorrendo uma espécie de “balanço” no momento da troca de passos. Portanto, é fundamental observar as características de cada tipo de calçado e ver qual se encaixa mais com as suas necessidades e seus hábitos.

Mas, se você está ciente de todas as informações e peculiaridades de cada calçado, já está habituada a usar plataforma, usar esta proposta como o SEU sapato de noiva poderá ser um bom artifício, trazendo mais comodidade no seu caminhar durante a cerimônia e também é uma forma de poder parecer mais alta, se assim for seu desejo.

noivaplataforma

Na hora de escolher o modelo de sandália plataforma dê preferência por gáspeas (tira frontal da sandália) mais avantajadas, como tiras entrecruzadas e cabedal em “T” estilo salomé, pois essas características garantem um calçado mais reforçado e de melhor sustentação dos pés.

Dá só uma olhada nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Sandália plataforma com acabamento acamurçado, em marrom nude rosado, gáspea de modelagem larga, deixando apenas alguns dedos aparentes, parte traseira de finas tiras com fechamento de fivela, da Schutz.
  2. Sandália plataforma com acabamento envernizado na cor cinza, cabedal em “T” estilo modelagem salomé, deixando apenas alguns dedos aparentes, parte traseira fechada, laterais abertas e fechamento de tira com fivela, da Luiza Barcelos.
  3. Sandália plataforma com acabamento envernizado, na cor nude rosé, gáspea de tiras entrecruzadas, parte traseira aberta com tiras largas e fechamento de fivela, da Luiza Barcelos.
  4. Sandália plataforma em couro com acabamento fosco, na cor bege rosado, gáspea e tira no meio do pé largas com costura no meio, dando um efeito “amassado”, parte traseira com tira e fechamento de fivela, da Arezzo.

A sandália plataforma pode ser usada como uma forma de dar mais autenticidade à sua produção de noiva. O mais importante é você dar preferência por uma harmonia visual, ou seja, fazer com que o calçado e o vestido combinem entre si, independente da cor. Outra coisa importante é o tipo de acabamento, priorizando os acamurçados, envernizados, rendados ou de tecidos, destacando ainda mais o toque de sofisticação que a ocasião pede.

 

Calçados de Casamento: Anabela – Curadoria Especial

Lembra quando falei aqui nesta série sobre modelos de calçados anabela? Caso você não se lembre, rapidamente vou ressaltar que: anabela não é um modelo de calçado, mas sim um tipo de salto.

Atualmente existe uma infinidade de modelos e modelagens de calçados com salto anabela, estes se caracterizam por possuir um salto em formato de cuna, ou seja, visto de lado é uma espécie de triângulo. Em geral trata-se de um tipo de salto de altura média a alta, que oferece maior estabilidade a usuária.

Dar preferência por um calçado, seja o modelo que for, com salto anabela como o SEU sapato de noiva pode ser uma boa escolha, pois oferece mais segurança ao caminhar em terrenos mais irregulares.

oficcial

 

Dá só uma olhada nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Sandália com salto anabela, de altura média, gáspea multi tiras com aplicações, parte traseira aberta com tira, amarrações estilo lace up, em material acamurçado na cor bege rosado, da Schutz.
  2. Sandália com salto anabela alto, gáspea com única tira de largura média, parte traseira fechada e fechamento do tipo tornozeleira com fivela, em material sintético com acabamento envernizado em bege, da Santa Lolla na Zattini.
  3. Sandália com salto anabela alto, gáspea com recorte tipo borboleta, deixando apenas alguns dedos aparentes, parte traseira com tira, deixando calcanhar à mostra e fechamento de tira com fivela na parte do peito do pé, em couro com acabamento metalizado, da Schutz.
  4. Peep toe com salto anabela alto, cabedal com gáspea de tiras entrecruzadas, em couro na cor nude, da Cavage.

Modelos com salto anabela são uma boa alternativa para noivas que não querem abrir mão de usar salto no seu casamento, mas que não se sentem tão confiantes com saltos finos, por exemplo. Na hora de comprar um modelo anabela como o SEU calçado de noiva a dica é: observar cuidadosamente o tipo de acabamento, pois é importante você buscar por aqueles mais delicados, que de alguma forma “converse” com o restante da sua produção. Acabamentos acamurçados ou em tecidos tendem a trazer isso mais facilmente, porém há propostas incríveis também em verniz que adicionam este toque mais sofisticado.

E minha última dica é aquela clássica, de sempre: cuidado na hora de escolher um calçado novo. Experimente muito antes do dia “oficial”, faça testes em casa, caminhe com ele, observe como seu pé e o calçado se comportam entre si, veja se irá machucar em alguma parte do seu pé e caso isso ocorra, se prepare antes, tome as devidas precauções para que no dia do seu casamento você se sinta confortável e segura ao usá-lo!

Calçados de Casamento: Meia Pata – Curadoria Especial

Os calçados com meia pata são uma ótima opção para noivas que não abrem mão de usar um salto muito alto como o “SEU” sapato de noiva, já meia pata oferece a usuária mais estabilidade e segurança à usuária ao caminhar, pois há uma compensação entre o salto muito alto e a meia pata, diminuindo assim, consideravelmente a altura real do calçado.

A escolha de um modelo de calçado com meia pata precisa ser analisada cuidadosamente, porque exige maior atenção ao caminhar, não é extremamente confortável em terrenos mais irregulares e poderá cansar mais rapidamente a noiva, em relação a outros modelos de calçado. Por isso, caso você decida se casar com um modelo meia pata, tendo em vista todos esses pontos que citei anteriormente e ainda sim, sua resposta for positiva a isto, significa que já está acostumada a usar salto e que esta opção  de sapato transmitirá um pouco da sua personalidade e estilo.

looks

Algumas inspirações:

Slide1

  1. Modelo estilo d’orsay com meia pata aparente, em material sintético branco, com ponteira aberta e aplicação de flor, parte traseira fechada e salto alto fino, da Vizzano na Zattini.
  2. Modelo estilo d’orsay com meia pata embutida, gáspea aberta em cetim branco com aplicações de glitter, parte traseira fechada com tornozeleira removível e salto alto fino, da Laura Prado na Dafiti.
  3. Modelo de sandália estilo salomé com meia pata aparente, gáspea fechada em “T”, de couro com acabamento metalizado, parte traseira assandalhada deixando os pés presos no calçado, mas aparentes, da Carrano na Zattini.
  4. Modelo de sandália com meia pata aparente, em nude rosado, de couro com acabamento em verniz, com tiras que se cruzam no peito do pé para fechamento lateral com fivelas, parte frontal deixando poucos dedos aparentes e parte traseira fechada, da Luiza Barcelos na Zattini.

Que tal, gostou de algum destes modelos? As opções com meia pata de fato, dão mais imponência à produção de noiva, destacam o look por completo. Mas, vale ressaltar que: é imprescindível você ter um certo domínio ao andar de salto, ou seja, se você não estiver habituada a usar, certamente não irá se sentir confiante. Ainda que use com certa frequência modelos com meia pata, faça um “ensaio” com o “SEU” sapato de noiva, antes da data oficial, certifique-se de cada detalhe, observe algum possível lugar que o calçado poderá causar incômodo, tome as precauções necessárias e aos poucos, irá acostumando seu pé no calçado e vice versa.

Calçado de Casamento: Slingback – Curadoria Especial

Você certamente já ouviu falar do slingback, não é mesmo?! Na verdade, aqui no blog já falei desta modelagem de calçado, inclusive porque ano passado foi tendência. Mas, também fiz um outro post falando destes como uma opção para calçados de noiva. E… se você ainda está em dúvida de que tipo de sapato é, eu te digo: aquele chamado por muitos de “tipo Chanel”, já que a marca possui um modelo slingback que se tornou ícone de moda.

Porém, vamos ao que interessa, né?! Falar desta modelagem como um calçado para noivas. Este pode ser uma boa escolha para noivas que vão se casar em uma estação intermediária e querem uma calçado que atenda ]às necessidades de; nem muito frio, nem muito calor. Então, o slingback se adequa perfeitamente bem, pois é um sapato assandalhado, que possui a gáspea (parte frontal) fechada e parte traseira aberta, igualando-se a uma sandália com uma tira no calcanhar (com fivela ajustável), que sai da gáspea e com as laterais abertas.

No geral sua modelagem e design difere-se pouco apenas na parte de bico ( fino, arredondado ou redondo), por outro lado há uma imensa variedade de saltos, o que é uma vantagem para noivas, sendo assim mais fácil de encontrar um modelo perfeito para o seu estilo e que seja condizente com os seus hábitos em relação aos calçados.

BeFunkyCollage

Dá só uma olhada na curadoria especial que preparei aqui:

Slide1

  1. Modelo de slingback bege, em couro, salto fino baixo do tipo kitten heel revestido, cabedal de bico fino e tira traseira com detalhe de laço nó, da Shoestock na Zattini.
  2. Modelo slingback branco, em couro com textura tipo croco, salto médio grosso revestido e cabedal de bico fino com tira traseira, da Luiza Barcelos na Zattini.
  3. Modelo slingback off white, em material sintético, salto alto tipo cone revestido e cabedal de bico fino com tira traseira, da Vizzano na Zattini.
  4. Modelo slingback bege rosado, em material sintético com acabamento envernizado, de salto alto fino e cabedal de bico fino com tira traseira, da Drezzup na Zattini.

O slingback para noiva pode ser uma aposta interessante para mesclar estilos, ou seja tem uma identidade bem particular, com um toque belle époque e ao mesmo tempo, algo de referências mais glam e no resultado final da produção faz uma boa dobradinha pela integração de elementos de modo autêntico e harmônico.

Calçados de Casamento: Mary Jane – Curadoria Especial

Lembra que não faz muito tempo comentei aqui do modelo mary jane como o “seu” calçado de noiva? Pois bem, lá comentei das vantagens e desvantagens, destaquei também que, esta modelagem é uma derivação do scarpin.  Ou seja, a essência é a mesma, porém este possui com o acréscimo de uma tira, que pode estar na parte do peito do pé ou como uma tornozeleira removível. Assim, o mary jane ou boneca é uma opção além do clássico scarpin, tem uma pegada mais retrô.

O mary jane é um calçado que pode ser vantajoso para noivas que tenham o pé magrinho e que em um modelo tradicional do scarpin costuma sair do pé ao caminhar. Por outro lado, tenha cuidado, porque se seu pé tiver a tendência a inchar depois de muitas horas com um calçado no é, é preciso repensar, já que se isso ocorrer você sentirá dores e talvez provocar algum tipo de lesão como bolhas.

BeFunky Collage

O calçado do tipo mary jane é que em sua maioria possui um salto mais robusto, justamente por ter esse toque mais de época em relação ao seu estilo, e justamente por isso pode ser uma boa opção para quem procura mais segurança ao caminhar, e portanto cansará menos.

Dá uma olhada na curadoria especial de modelos mary jane:

Slide1

  1. Mary Jane branco, em material sintético com acabamento envernizado, de salto alto fino, cabedal de bico arredondado com meia pata embutida e tira na parte do peito do pé com aplicações de strass, da Beira Rio na Zattini.
  2. Mary Jane nude, em material sintético com acabamento de verniz, de salto alto fino, cabedal de bico arredondado, com ondulações laterais e tornozeleira removível, da Santa Lolla.
  3. Mary Jane nude, em material sintético com acabamento envernizado, de salto grosso alto, cabedal de bico arredondado e tira central na parte do peito do pé, da Mixage na Zattini.
  4. Mary Jane bege rosado, em material sintético com acabamento de verniz, de salto grosso médio, cabedal de bico redondo e tira localizada na parte do peito do pé, da Drezzup na Zattini.

Os modelos mary jane justamente pelo fato de ter um forte apelo mais retrô em relação ao estilo, é consequentemente um calçado que destaca a produção com mais originalidade e assim, impõe com mais impacto o resultando final do look da noiva.

Calçados de Casamento: Espadrille – Curadoria Especial

A espadrille é um tipo de calçado mais informal perfeito para aquelas noivas que vão fazer a festa e cerimônia em um local mais aberto, com terrenos mais irregulares como praia ou campo, por exemplo.

Naturalmente que; tudo depende do desejo e personalidade da noiva, ou seja, se você vai casar no campo, mas sonha em ir de scarpin, vá! É a sua escolha e você está ciente disso, com todas as vantagens e desvantagens!

Mas, vamos falar especialmente das espadrilles? Trata-se de um calçado que possui solado e salto em peça única, em formato de cunha e com acabamento de corda. Já na parte frontal, a gáspea costuma ser fechada e a parte traseira pode variar; sendo aberta com amarrações estilo lace up, ou fechada com fechamento estilo tornozeleira ou então, tira com fivela.

BeFunkyCollageespadrillelook

Dá uma olhada nas inspirações:

Slide1

  1. Espadrille branca, solado de corda, gáspea rendada e fechamento tipo tornozeleira com fivela, da Sensuale na Passarela.
  2. Espadrille em nude rosado, solado de corda, gáspea em cetim com biqueira de corda e aplicação de ilhós no centro superior, parte traseira fechada com aplicações de ilhós na laterais por onde passa a fita para amarração tipo lace up, da Bebecê na Passarela.
  3. Espadrille com gáspea bege em material acamurçado com ponteira de corda, solado de corda, parte traseira aberta com fechamento de tira e fivela, da Santa Lolla na Zattini.
  4. Espadrille com gáspea na cor ouro, em material sintético com acabamento metalizado e ponteira de corda, solado de corda, parte traseira aberta em material têxtil e tira de fechamento com fivela, da Jorge Alex na Zattini.

 

O grande trunfo das espadrilles é que trazem aos looks de noivas uma imagem mais desconstruída, com referências dos estilos boho e gipsy, menos glamourosa, porém super feminina e autêntica.

É um calçado que oferece mais estabilidade ao caminhar, se comparado a saltos muito altos. Mas, lembre-se da velha máxima que sempre cito aqui: se for um calçado novo, comprado exclusivamente para ser o “SEU” sapato de noiva, use-o antes da data oficial, assim você poderá saber se este realmente é seguro, se é exatamente como sonhou, se provoca algum tipo de incômodo em alguma parte do seu pé e deste modo, poderá tomar as devidas providências, caso sejam necessárias, antes do dia do casamento.

Calçados de Casamento: Sandália – Curadoria Especial

Você já bateu o martelo: decidiu que vai se casar com uma sandália! Pois bem, nessas alturas você já deve ter pensando cuidadosamente no assunto; analisou todos os prós e contras desta escolha, sabe como será o local da cerimônia, seus hábitos em relação aos calçados e o seu estilo. Mas, acima de tudo, você deve ter em mente que a sandália oferecerá conforto e segurança ao caminhar, além de harmonizar com a sua personalidade.

Algumas dicas que podem te ajudar para escolher a sandália perfeita são:

  • Escolha por saltos de altura média.
  • Prefira por modelagens mais tradicionais, em que a gáspea (parte frontal) “abrigue” mais seus pés/dedos. Sabe aquela velha história dos dedos “vazarem (vide segurança e conforto)” ao caminhar? Sandálias de saltos muito altos e com tira frontal reta e de fina espessura, podem causar este tipo de desconforto.
  • Escolha modelos com parte traseira fechada e que tenham algum tipo de sustentação extra como; tornozeleira removível, tornozeleira fixa ou amarrações seguras que tenham a presença de uma fivela de fechamento (observe as imagens abaixo).

BeFunkyCollage2op

Minha curadoria especial de sandália para noivas:

BeFunky Collage

  1. Sandália off white, em material sintético, salto fino de altura média, gáspea em “U”, deixando apenas alguns dedos à mostra, parte traseira fechada e tornozeleira fixa com fechamento de fivela dourada, da Via Uno na Zattini.
  2. Sandália de couro, em acabamento dourado, salto fino de altura média, gáspea em “U”, parte traseira fechada com tornozeleira removível e fechamento de fivela dourada, da Shoestock na Zattini.
  3. Sandália vermelha, em material sintético com acabamento acamurçado, salto alto grosso, gáspea em “U” abrigando todos os dedos, parte traseira fechada e tornozeleira removível com fechamento de fivela prateada, da Jorge Alex na Zattini.
  4. Sandália prateada, em material sintético, de salto alto fino, gáspea em “U” com aplicações de pedrarias e ligeiramente mais recortada (em relação aos outros modelos), parte traseira fechada, tornozeleira removível e fivela forrada do mesmo acabamento da sandália, da Luiza Barcelos na Zattini.

Ainda que este tipo de sandália seja um clássico, te ofereça mais segurança e conforto, imprevistos podem ocorrer no meio do caminho, como: se seu dedinho é mais “gordinho” e costuma machucar com algumas sandália, avalie esta questão. Para algumas mulheres, sandália com a parte traseira fechada e tornozeleira, podem apertar, causar bolhas e trazer muito desconforto, portanto esteja atenta também a essa possibilidade. Por outro lado saiba que; quem tem pé muito magrinho optar por modelos com tornozeleira é garantia de segurança.

E.. para finalizar o conselho que sempre dou aqui, mas não custa ressaltar, né!? Qualquer modelo de calçado novo poderá causar algum tipo de imprevisto, por isso, faça um “ensaio” com este antes do uso oficial, use em casa, caminhe, preste atenção na relação pé X sapato, como ambos se comportam. Notou algum tipo de possível problema? Seja uma pessoa precavida, proteja seu pé com algum tipo de artifício (protetor de silicone, fitas adesivas, etc). Entenda que ir usando o calçado antes do evento fará com que ele vá se “moldando” ao seu pé e consequentemente, evitará lesões.

Sobre a composição do look? Esta modelagem de sandália tradicional, traz à produção um ar mais clássico, super coordenável com os mais variados estilos de vestidos e acima de tudo te deixará elegante, porque no final das contas o que mais importa é que você se sinta confortável e linda.

 

Calçados de Casamento: Sapatilha – Curadoria Especial

Lembra de todas aquelas dicas que sempre falo por aqui na hora da escolha do calçado perfeito para o seu casamento? Pensar com cuidado sobre seus hábitos, seu estilo, sua personalidade, onde será a cerimônia e tudo mais… Se depois de tudo isso, sua conclusão for que o melhor calçado é uma sapatilha, não se preocupe, pois há muitas opções deste modelo.

Sei que muita gente que torce o nariz para sapatilhas como calçado de noiva, enxergando este como simplório e pouco sofisticado. Mas, isso não é verdade, existem opções que se adaptam perfeitamente bem para noivas com todo o glamour e autenticidade que a ocasião pede.

O mais importante é você pensar que, por vezes, uma sapatilha combina muito mais com a essência da noiva, do que um calçado de salto alto, do qual a noiva não esteja habituada a usar normalmente, causando assim um desconforto.

BeFunkyCollagesapatilhalooks

Uma sapatilha te deixará mais confortável e à vontade, ou no caso de noivas muito altas é interessante lembrar que talvez nas fotos o contraste entre noivo e noiva será muito grande, tudo é uma questão de bem estar e se adequar ao seu sonho, ou seja, se mesmo você sendo uma mulher alta, seu sonho é casar com um salto 15cm, vá fundo, mas é indispensável você estar ciente de que provavelmente este modelo não seja o mais adaptado às suas necessidade.

Tirar proveito de sapatilhas como calçado de noiva é uma vantagem para cerimônias de casamento em chácaras ou com uma vibe mais campestre, em que se apresentará em terrenos mais irregulares e assim, escolher uma sapatilha como parte da produção será algo agradável, super adequado e com personalidade.

Dá uma olhada  em alguns modelos:

Slide1modleos

  1. Sapatilha branca rendada, cabedal de bico redondo, parte traseira lisa branca e detalhe superior frontal de laço, da Shoestock na Zattini.
  2. Sapatilha branca lisa, com design estilo d’orsay, cabedal separado em gáspea de bico fino e parte traseira, com detalhe central de aplicações de flores brancas, da Vizzano na Zattini.
  3. Sapatilha em modelagem d’orsay em nude rosado, gáspea de bico arredondado com detalhe de nó, laterais abertas e parte traseira fechada, da Shoestock na Zattini.
  4. Sapatilha de modelagem clássica dourada, cabedal de bico suavemente fino, detalhe de discreta fivela com pedrarias e salto, da Shoestock na Zattini.

Na hora de escolher o modelo e modelagem da sapatilha, saiba que há uma diversidade enorme, desde modelos brancos super clássicos e tradicionais, até modelagens mais minimalista e de design mais limpo.

Uma sugestão é pensar em uma unidade com o vestido, ou seja, se o modelo do vestido é simples e somente branco, por exemplo, uma sapatilha de bico fino puramente branca ficará interessante, numa festa que acontecerá durante o dia. Outra ideia é se o vestido for um pouco mais romântico e com rendas, optar por uma sapatilha forrada com renda, já que o resultado será um toque exclusivo e ultra feminino. Mas, modelos em nude, modelos rosé gold, dourado, prateado ou acabamentos tipo glitter são opções válidas para festas à noite, ou seja, puxam para o estilo mais glam e cabem perfeitamente bem em diversos tipos de produção de noiva.

Uma informação sempre válida de ser destacada é: como todo calçado novo, a sapatilha poderá causar algum tipo de lesão no primeiro uso. Portanto, use a sua sapatilha antes do dia oficial em casa, experimente, ande, dobre seus pés, assim você poderá perceber onde ele talvez cause algum tipo de incômodo e tome as devidas precauções.