Calçados de Casamento: Estilo Melindrosa

Você provavelmente já ouviu falar do estilo das melindrosas, aquelas dançarinas dos anos 1920 que se apresentavam com saias curtas, uma estética meio andrógena, bordados com inspirações egípcias, franjas, em modelagens fluídas e por vezes, bem transparentes.

Mas, como na moda, com o passar dos anos, tudo ganha uma releitura e assim, um ar moderno, mas com referências desta época. E… como no universo das noivas isso também não é diferente, há uma opção infinita de vestidos com inspiração nas melindrosas, com um toque old school cheio de charme e personalidade.

bridadressflirty

Como os vestidos com shape melindroso tem uma pegada bem art decó, teoricamente os calçados que se coordenam com esta modelagem são opções boneca salomé. Entretanto, como já foi destacado estas modelagens por aqui, hoje este post será um pouco diferente, buscando apresentar o quanto a mescla de estilos (assim como nas fotos) pode ficar interessante e provar que é super possível montar um look de noiva ultra moderno com um calçado nada óbvio e um vestido mais datado.

Dá só uma olhadinha nesta seleção especial:

seleçaomelindrosa

 

 

  1. Mule desenvolvida em material acamurçado, na cor branca, de salto alto fino, gáspea de bico fino e tira central para dar mais segurança ao caminhar, da Schutz.
  2. Sandália básica em prata envelhecido, de material têxtil, de salto alto fino, tira frontal larga, parte traseira fechada e tornozeleira, da Tabita.

3. Sandália de estilo retrô, com parte traseira fechada com tornozeleira, gáspea de tiras entrecruzadas e nó central, com acabamento na cor dourada envelhecida, da Stéphanie Classic.

Todas estas opções de calçados não são os modelos com inspiração melindroso, mas a ideia aqui foi apresentar outras possibilidades além de uma produção de noiva com tudo combinadinho, mostrando que é possível mesclar referências de diversas épocas e resultar em um look super atual e cheio de personalidade.

Scarpin de Salto Grosso

Não quero ser repetitiva, sei que sempre ressalto aqui a importância de ter um scarpin no guarda roupa, que é um eterno clássico e dá um toque especial na produção. Agora nesta temporada outono/inverno 2018 o scarpin se apresenta em propostas com salto de médio/alto grosso, o que é uma excelente opção para looks de trabalho e cansa menos que o modelo tradicional de salto fino, pois promove mais estabilidade ao caminhar.

scarpin salto grosso2

Dá só uma olhada nas inspirações:

selecaoscarpin saltogrosso

  1. Scarpin de salto grosso médio/alto, cabedal de bico fino com decote V e desenvolvido em nobuck na cor ameixa, da Carrano.
  2. Scarpin de salto grosso alto, cabedal de bico fino com decote arredondado, produzido em material sintético, na cor caramelo, da Via Uno na Zattini.
  3. Scarpin de salto alto grosso, cabedal de bico redondo, com decote arredondado mais fechado, em material sintético, na cor nude, com acabamento envernizado, da Ala na Zattini.
  4. Scarpin de salto médio/alto grosso, cabedal de bico redondo com decote arredondado, desenvolvido na cor preta e com acabamento envernizado, da Arezzo.

A grande vantagem desta opção de scarpin é proporcionar ao look dia a dia uma informação de moda, já que é mais despojado, dando assim um ar mais moderninho à produção e também, mais cômodo para quem precisa trabalhar com salto todos os dias.

Vamos Falar de Geração de Alternativas? – O início

No último post desta série falei sobre a cartela de cores, ou seja, quais as cores que se apresentarão nos modelos de calçados criados, tendo já de modo bem claro o tema inspiração e o público alvo.

Assim, nesta etapa do desenvolvimento deste projeto começa a fase de geração de alternativas, que nada mais é que (com toda essa bagagem de informação citada anteriormente); os desenhos. Neste momento, tudo é bem embrionário, são apenas esboços de modelos, com o objetivo de ir dando vasão as ideias, deixando tudo fluir, para posteriormente apresentar desenhos mais incrementados, ilustrados à mão ou em algum programa de desenho.

Por isso, nesse começo não há pretensão alguma de destacar desenhos “maravilhosos”, super sofisticados, são apenas croquis rudimentares. Além disso, é indispensável desenhar, desenhar e desenhar, para que lá na frente, haja uma quantidade razoável de opções para fazer a seleção destas alternativas.

PAINELGA

É claro que a qualidade dos desenhos e o grau de incremento destes irá se elaborando com o passar do tempo, até porque tudo é uma questão de exercício e prática, permitindo o desenvolvimento das habilidades. Como faz muito tempo que não desenho, confesso estar enferrujada, mas sei que aos poucos tudo irá melhorando.

O foco deste projeto é criar modelos de calçados baixos, em modelagens simples, que sejam versáteis para vários looks do público alvo e que possuam um design essencial, pois deste modo, irá ser coerente também com o tema/inspiração eleito.

Para esta etapa utilizei algumas referências que foram fundamentais:

  • A montagem de um projeto com painéis (moodboard público alvo, tema/inspiração e cartela de cores), pois aqui impreterivelmente tive que me aprofundar, estudar sobre cada etapa.
  • Livro Design de Sapatos: este livro é precioso para quem estiver estudando o assunto, ajuda em cada passo.
  • Vídeos da série MEU CALÇADO, de Aline Antunes: aqui há um embasamento para quem nunca desenhou sapatos e deseja ter uma noção.

Talvez a etapa de geração de alternativas seja a parte mais importante dentro de um projeto, portanto requer muita atenção e não se resume a meia dúzia de desenhos. Por isso, este é apenas o princípio, ainda terão muitos desenhos, representando toda a  identidade do tema/inspiração e público alvo pesquisado. Continue acompanhando que em breve tem mais, ok?! Gostou? Comenta aqui o que acha, tem dicas ou sugestão para este projeto?

Calçados de Casamento: Estilo Deusa

Sabe aquele tipo de vestido inspirado na deusa grega do amor Afrodite? Trata-se de uma modelagem bem fluída com efeito drapeado em um dos ombros, esta é uma opção clássica, que nunca sai de moda, especialmente em vestidos de noiva ganha um charme todo especial no resultado final da produção.

 

afroditedress.jpg

Que calçado usar para coordenar este look de noiva? Na realidade, este é um tipo de vestido que cai bem com diferentes modelagens. Porém, modelos gladiadores fazem uma boa composição já que há todo um contexto harmônico, pois é um também um calçado com referências gregas. Entretanto, é possível coordenar outras opções, dá só uma olhada nesta curadoria:

selecgreek

  1. Modelo de sandália flat branca, estilo gladiador, com delicadas multi tiras e amarração no calcanhar, da Schutz.
  2. Modelo de sandália cinza com gáspea em “T” estilo salomé, de salto alto grosso, com acabamento envernizado, recortes nas laterais, deixando alguns dedos à mostra e fechamento de fivela no tornozelo, da Luiza Barcelos.
  3. Modelo de sandália em material acamurçado nude, de salto alto fino, parte traseira com fechamento de zíper, tira frontal nude, detalhe em “T” com aplicações de cristais, da Shoestock.

Naturalmente, que a escolha do calçado depende de uma série de fatores como: hábitos, segurança e conforto, personalidade, onde será realizada a cerimônia e tantas outras coisas que são fundamentais de serem analisadas. Com tudo, a ideia aqui é destacar variedades e mostrar que existem diversas opções dentro de um mesmo estilo de calçado ou, que a mistura de tais estilos podem compor um interessante look de noiva, cheio de identidade. No entanto, o mais importante é você encontrar um tipo de calçado que te deixe confiante (seja salto, saltão ou sapatilha).

Tênis Jogging de Malha

O tênis de malha tornou-se queridinho das fashionistas há um tempinho, quando a Balenciaga lançou um modelo jogging, inspirado nas modelagens de academia, com o solado branco e ganhou super destaque por ter o cabedal todo em malha, o que proporciona uma estética confy e naturalmente, uma calçado muito confortável, maleável. Assim, as marcas brasileiras correram atrás e desenvolveram suas versões.

BeFunky-knitsneakes

Este modelo é também chamado de knit sneaker e há duas versões: com cabedal em peça única, como se fosse uma meia ou a versão de amarrar, com cadarços. Ambas, se destacam por oferecer extremo conforto.

Dá só uma olhada nas inspirações:

Slide1

  1. Tênis jogging com solado branco, cabedal de malha de tela na cor preta, com puxador na parte traseira e no peito do pé, detalhe no calcanhar com acabamento rosé gold, da Vizzano na Zattini.
  2. Tênis jogging com solado branco, cabedal de malha nude rosé com alças laterais de plástico para passagem dos cadarços, da Modare na Zattini.
  3. Tênis jogging com solado branco, cabedal de malha em lurex cinza com puxador traseiro, da Anacapri.
  4. Tênis jogging com solado branco, parte inferior e biqueira em preto, cabedal em malha vermelha e detalhe na parte traseira com elástico preto com a marca, da Bebecê na Zattini.

O tênis jogging é uma opção que acrescenta informação de moda, deixando aos looks de inverno mais autênticos e despojados. Na hora de montar a produção, lembre-se que é uma ótima opção para sair do óbvio e adiciona um toque mais informal, podendo ser coordenado com saias midi, vestidos de modelagens mais slim, calças jeans skinning, boyfriend, destroyed, reta etc. Ou seja, o fundamental é você construir a sua identidade com esta proposta de tênis.

Calçados de Casamento: Estilo Retrô

A partir de hoje, este espaço que é destinado a falar de calçados de noiva, continuará sendo sobre tal tema, porém apresentando os estilos, dando assim uma variedade maior de curadoria de calçados e mostrando o conjunto, com ideias de produções.

E assim, que tal começar pelo estilo retrô? O retrô se caracteriza por ter aquela estética mais antiga, no entanto traz informação de moda atual, revelando a imagem de uma mulher única, com uma identidade bem autêntica.

retro (1)

Normalmente, os calçados com estilo retrô tem um toque belle époque, com referência anos 1920, isso se reflete principalmente na altura dos saltos que sempre são médios, o cabedal costuma ser de bico redondo ou ligeiramente fino, quando os calçados são de salto mais altos são também mais encorpados (quadrado ou cone) e consequentemente, possuem meia pata. Já os modelos de sandálias sempre são mais robustos, sustentam de forma segura o pé, com modelagens em “T” (salomés) e peep toes, por exemplo.

Dá só uma olhada nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Peep toe com cabedal de couro, com amarração de laço de cetim na parte do peito do pé e salto médio, da Belmon na Zattini.
  2. Peep toe meia pata, cabedal em cetim branco, detalhe de pulseia tipo mary jane e de salto alto fino, da Zariff Shoes na Zattini.
  3.  D’orsay com gáspea plissada em cetim, aplicação de strass no centro, parte traseira fechada com tornozeleira e salto baixo, da Spaço Criativo na Zattini.

Na hora de escolher o “SEU” sapato de noiva é importante analisar vários fatores (personalidade, conforto e segurança, hábitos, etc), mas o essencial é ter harmonia com o seu estilo. A vantagem de optar por um modelo de calçado retrô é o fato de geralmente, ter saltos mais “suportáveis” que outros estilos, oferecendo assim, mais bem estar e conforto para a noiva.

 

Calçados de Casamento: Alpargata – Curadoria Especial

Shoestock na Zattini.A alpargata é um tipo de calçado de construção bem simples e que o grande destaque fica por conta do seu forte apelo artesanal. Portanto, imagino que muita gente deva estar torcendo o nariz, se perguntando: alpargata como calçado de noiva? E a resposta é: depende do seu estilo! É importante pensar em vários aspectos que sempre ressalto aqui, que são fundamentais de serem analisados na hora da escolha do calçado como: segurança e conforto, sua personalidade, seus hábitos entre outros.

Assim, depois de você já ter pensado cuidadosamente como irá compor sua produção e então, decidiu optar por uma alpargata como o “SEU” calçado de noiva, pense que o fundamental é você se sentir bem e confiante, independente de salto ou não.

BeFunky-projectalpargata

Dá só uma olhada nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Alpargata de cabedal em material têxtil na cor off white, contorno do solado de corda e puxador traseiro bege, da Arezzo.
  2. Alpargata de cabedal em material têxtil do tipo palha, com acabamento em debrum bege, aplicação de pedrarias na ponteira e contorno do solado de corda, da Shoestock na Zattini.
  3. Alpargata de cabedal em material têxtil transparente, com detalhes  e debrum de acabamento de filamentos prateados, ponteira de corda e contorno do solado de corda, da Shutz.
  4. Alpargata estilo d’orsay; gáspea em couro branco com ponteira de corda, parte traseira com aplicação de corda mesclada e contorno do solado de corda, da Schutz.

 

Na hora da escolha da alpargata dê preferência por modelos que tenham materiais que ressaltem mais delicadeza como: voil, tecidos em tons pastéis, tecidos com detalhes em dourado, cobre, prateado e afins, acamurçados, couros em tons neutros etc. Tudo isso resultará em uma produção equilibrada, original e acima de tudo que confortável.

Este é o último post de curadoria especial de modelos de calçado pra noiva, nos últimos meses, neste espaço, destaquei praticamente todas as modelagens de calçados, pensando especialmente em achar possibilidades com preços acessíveis e modelos interessantes para noivas. Espero, ter ajudado! Daqui em diante, o espaço será destinado a falar sobre estilo para as noivas! Continue acompanhando, ok?!

Calçados de Casamento: Oxford – Curadoria Especial

Quer construir um look de noiva com um calçado sem salto, mas cheio de personalidade? Uma boa sugestão é optar pelo modelo oxford, um calçado que possui uma identidade bem própria, de estilo por vezes vintage, outras boyish, mas que que garante mais segurança e conforto ao caminhar se comparado com um calçado de salto.

Naturalmente , que a escolha do calçado de noiva depende de uma série de fatores, como já falei por aqui diversas vezes, pois é fundamental pensar no que mais deseja, no que está habituada a usar em calçados e também naquilo que cabe dentro do seu orçamento. Entretanto, se depois de já ter analisado todos estes pontos e assim, concluir que um modelo oxford é aquilo que mais se adequa com o seu ideal, perfeito, sem problema algum! Você deve sim optar por um calçado sem salto. Além de tudo, o resultado desta produção ficará muito original!

BeFunky-oxford

Dá só uma espiadinha nesta curadoria especial com oxfords que preparei:

Slide1

  1. Modelo de oxford de material sintético branco, com detalhes em broguês (furinhos) ao redor de todo o cabedal e solado laqueado, da Shoestock na Zattini.
  2.  Modelo de oxford de material sintético nude com acabamento envernizado, detalhes em broguês ao redor do cabedal e solado tratorado branco, da Santa Lolla na Zattini.
  3. Modelo de oxford de couro com acabamento specchio na cor cobre e detalhe estanho, cabedal de bico fino e salto com mesmo acabamento, da Dani Cury.
  4.  Modelo de oxford de couro off white, com detalhes em ouro suave, cabedal de bico redondo, solado laqueado e emborrachado, da Tutu Sapatilhas.
  5. Modelo de oxford de material têxtil com acabamento de glitter, cabedal de bico redondo sem cadarços e solado laqueado, da Shoestock na Zattini.

Para muita noivas, talvez à primeira vista pareça estranho esta escolha, pois o oxford é um calçado mais casual, entretanto vale pensar como uma possibilidade de calçado. Pois, de nada adiantaria você apostar num calçado de salto alto, que ao longo da festa irá te deixar desconfortável, ou que seja algo que você não está habituada a usar. Por isso, repito aqui: se na maior parte da sua vida, você está acostumada a usar seja a modelagem de calçado que for, sem salto, porque te traz mais confiança e conforto, não é no dia do seu casamento que você deva se arriscar com um calçado muito diferente da sua rotina, até porque a festa vai durar horas, você vai querer dançar, terá que caminhar até o altar, terá que cumprimentar seus convidador, enfim é indispensável você estar segura. Assim, não se arrisque, vá em busca do que já conhece, ou seja, gosta de oxford? Se joga neste modelo! Prefira modelagens que tenham algo diferenciado, com uma imagem mais sofisticada como cabedal de bico fino, acabamentos que “conversem” com o seu vestido como rendas, modelos em tecido e acamurçados nude. Tudo isso, dará uma imagem super elegante e harmônica.

Calçados de Casamento: Open Boot – Curadoria Especial

A open boot traz um toque mais fashionista à produção, inclusive da noiva, pois trata-se de um calçado de design contemporâneo, por isso essa informação mais moderna e que não é unanimidade entre as noivas. Entretanto, é um tipo de calçado que se destaca por  por sair do óbvio, dando assim mais atitude e impacto ao look.

A modelagem da open boot tradicional é um calçado com cabedal fechado, deixando apenas a ponteira aberta com poucos dedos aparentes, de cano baixo/médio, de salto alto.BeFunky-popenboot

Dá só um espiadinha nesta curadoria especial:

Slide1

  1. Open boot branca em material sintético, com plataforma amalfi, de salto alto fino, cabedal de cano médio com ilhós nas laterias, sistema de amarração com cadarços e fechamento de zíper na parte traseira, da Tanara.
  2. Open boot branca com meia pata, de salto alto tipo cone, cabedal de cano médio em couro e aplicações em renda, ilhós nas laterais para sistema de amarração com fita de cetim, da Personal Shoes.
  3. Sandal boot off white, de salto alto grosso, cabedal de cano baixo/médio com costura central em couro, parte traseira aberta e fechamento de zíper nas laterais internas, da Arezzo.
  4. Open boot dourada em material sintético, de salto alto fino, cabedal de cano baixo com costura central e fechamento nas laterais internas de zíper, da Dafiti Shoes.
  5. Open boot dourada em material sintético, de salto alto fino, cabedal de cano baixo, laterais aparentes com efeito macramê e fechamento na parte traseira com zíper, da Shoestock na Zattini.

Caso seu desejo seja optar por uma open boot como o SEU calçado de noiva, buscando sair do óbvio na hora de coordenar sua produção, prefira por acabamentos que destaquem esse toque de sofisticação em materiais como: envernizados, acamurçados, em modelos em tecidos ou rendados, detalhes em pedraria ou cores que revelem essa elegância.

Por outro lado, pense cuidadosamente se existe uma harmonia entre a sua escolha e a sua personalidade, se você está habituada a usar este tipo de calçado, quanto tempo terá que estar calçando, como será o terreno que irá andar e acima de tudo, o quanto este te oferecerá conforto e segurança.

E por último a velha máxima que sempre destaco aqui: trata-se de um calçado novo? Teste antes do dia oficial, ande, caminhe, movimente seus pés, assim você irá “acostumar” seu pé ao calçado e vice versa, descobrindo se existe algum possível lugar que poderá provocar algum incômodo (lesões) e previamente tomar alguns cuidados.

Bota Preta com salto cone

A bota preta é um dos itens indispensáveis para os looks de inverno, não é mesmo?! Mas, que tal apostar numa modelagem diferente? Nesta temporada outono/inverno uma das apostas para as botas são os saltos cone ou também chamado de casquinha de sorvete. Trata-se de um salto que dá um peso maior à produção, mais robusto e justamente por este fato oferece mais estabilidade ao caminhar com o calçado.

As propostas de botas com salto cone nesta estação são muitas, mas hoje vamos nos ater na modelagem de cano baixo e médio.

BeFunky CollageBOTA PRETA SALTO CONE

Dá uma olhada nas inspirações:

Slide1

  1. Bota preta em couro, com cabedal de bico fino, cano curto com elástico nas laterais estilo Chelsea boot e salto cone, da Jorge Bischoff na Zattini.
  2. Bota preta em couro, cabedal de bico fino, cano curto com zíper lateral aparente e salto cone, da Raphaella Booz na Zattini.
  3. Bota preta em couro, cabedal de bico fino, cano médio com detalhe na lateral externa de elástico listrado e salto cone, da Luiza Barcelos na Zattini.
  4. Bota preta em couro, cabedal de bico fino, cano médio e salto cone, da Santa Lolla na Zattini.

A bota preta com salto cone é perfeitas para produções mais informais, facilmente coordenáveis com peças mais despojadas e uma ótima opção parao dia a dia, deixa o look menos careta e mais ousado, destacando mais identidade para quem as usa.