Calçados de Casamento: Modelos e Modelagem – Scarpin

No último post sobre calçados de casamento falamos sobre a importância da segurança e conforto na hora da escolha do calçado perfeito para noivas. A partir de agora, a ideia é te trazer inspirações de modelos e modelagens, ou seja, mostrar opções. Mas, antes vamos entender o seguinte: a diferença entre modelos e modelagem.

  • Modelos: tipos diferentes de calçados, por exemplo: scarpin, sandália, peep toe, ankle boot, d’orsay etc.
  • Modelagem:  entre modelos, eles se diferenciam dentro de um mesmo tipo, ou seja, scarpin de salto alto ou baixo, fino ou grosso, sapatilha bico fino ou bico redondo, bota de cano curto ou cano longo, sandália de tira ou tiras cruzadas etc.

1MODELOS E MODELAGENSPicMonkey Collage

Por isso, levando em conta todas aquelas informações (cerimônia, estilo, hábitos, segurança e conforto)  que já tinha citado anteriormente, que são fundamentais para ajudar na escolha de um calçado adequado, hoje destaco aqui modelagens diferentes de scarpin.

Imagine que você já pensou com todo cuidado, sobre todos os itens citados acima e já se decidiu que o modelo será um scarpin, mas está na dúvida de qual modelagem optar. Então, aqui vão algumas ideias:

 

scarpin'1PicMonkey Collage

O scarpin é um calçado de modelagem clássica, que de modo geral, cabe bem com qualquer coordenação de looks e oferece maior segurança às noivas, em relação à uma sandália, por exemplo.

3scarpePicMonkey Collage

O interessante do scarpin é que por ele já ter uma imagem tradicionalmente mais sofisticada, quando escolhido para ser o calçado da noiva, vale a pena se atentar para acabamentos que adicionem essa informação de nobreza, como forrados de rendas, bordados de canutilhos, detalhes no centro do pé como flores, ou até mesmo acrescentar mais personalidade e autenticidade, com modelos coloridos – que contrastam com o vestido- e acabamentos metalizados.

Já no que se refere a modelagem, é importante pensar na maneira como normalmente seu pé se comporta com scarpins, isso significa: observar se seu pé é mais gordinho e incha com mais facilidade ou se você tem algum tipo de calosidade ou joanete que costumeiramente te incomoda. Nestes casos, uma boa opção são modelos com cabedal mais arredondado. Outra dica que vale observar é a sua segurança em relação ao salto, o quanto você geralmente se sente mais ou menos segura e confortável, assim uma boa escolha são os saltos tipo cone, bloco ou quadrado de altura média.

Mas, vale prestar maior atenção, principalmente, para a altura e tipo do salto. Isso porque você terá que analisar os seus hábitos e seu estilo versus a modelagem eleita, para ver se a escolha será a mais adequada para as suas necessidades.

Calçados de Casamento: Segurança e conforto

Nesta série especial já falamos de vários fatores  que são importantes de serem analisadas com cuidado para que a escolha do seu sapato de noiva seja realmente perfeita.

Depois de você já ter pensado sobre o local onde será a cerimônia, o seu estilo e seus hábitos é fundamental prestar um pouco mais de atenção sobre a segurança e o conforto do calçado, ou seja, pense que você terá que se locomover durante a cerimônia e a festa, vai andar para cumprimentar os convidados, vai querer dançar e isso tudo significa que; impreterivelmente vai ficar em pé por um bom tempo, muitas horas. Por isso, é importante que o sapato eleito te ofereça conforto. Pense que se você levar em consideração tudo isso que acabei de comentar, você irá se poupar, minimizando a possibilidade de deixar seus pés doloridos e também não te traga risco (queda ou ferimentos).

 

newestilo noiva1PicMonkey Collage

Assim sendo, é essencial  você analisar quais são seus hábitos de calçados, porque desta forma você já irá minimizar alguns acidentes, pois você já estará adaptada a modelagem que escolher.

Pense comigo: uma sandália muito alta vai dificultar o seu caminhar, podendo enroscar o salto na barra, rasgar o vestido, te machucar, etc. Ou então, uma sandália muito recortada e alta, de poucas tiras e salto fino, como algo que você não esteja habituada a usar,  vai jogar seu pé muito para a frente, ficando desconfortável e feio nas fotos, por exemplo.

ioPicMonkey Collage

 

Portanto, vale reforçar aqui: experimente, experimente e experimente até cansar o calçado, pois somente assim você poderá perceber onde ele poderá te dar problemas, se comporta bem a sua anatomia de pé ao design do sapato. Ah… e saiba também: escolha o seu número exato, nada de menor ou maior, porque isso é cilada na certa!

Uma boa dica é: escolha por um calçado de salto mais robusto,  um modelo meia pata que te ofereça segurança ou até um modelo que você já tenha em bom estado (seja qual for) , que se sinta segura e confortável, assim evitará problemas, pois você já sabe como será caminhar, já está habituada ele.

Calçados de Casamento: Hábitos

Lembra dos posts anteriores que falei sobre a cerimônia e o seu estilo? Tudo isso já começou a ajudar você a pensar com mais cuidado na hora de escolher o sapato perfeito.

Pois bem, agora é o momento de fazer uma outra análise acerca do que realmente está incorporado ao seu estilo, ou seja, quais são seus hábitos? Isso significa você parar para pensar no que você está acostumada a usar no seu dia a dia a respeito de calçados.

 

PicMonkey Collage

 

Independente das suas atribuições diárias, na hora de montar a sua produção, no dia a dia, certamente você faz uma rápida reflexão de quais atividades terá que realizar e assim, na hora de montar seu look você pensa se o calçado que irá escolher para usar vai estar adequado e adaptado aos seus hábitos e atividades. Ou seja, se você tem o costume de fazer tudo com um sapato de salto mais grosso ou uma sapatilha e sente-se bem assim, esse é o seu caminho, tente levar essa informação em conta na hora de escolher o modelo do seu sapato de noiva.

 

PicMhabitponkey Collage

É melhor, nestes casos, você estar e se sentir segura com um calçado que já faz parte da sua rotina, do que se sentir extremamente insegura com uma modelagem que não tem nada a ver com a sua personalidade e que está completamente equivocada para o local onde será a cerimônia. Pense nisso!

Calçados de Casamento: Estilo

Depois de você já ter em mente onde será a cerimônia e todas as informações, é a hora de analisar o seu estilo.

A partir do momento que você já tem um local definido, você já sabe o que pode optar ou não em termos de calçados. No entanto, mesmo assim, nem sempre o calçado que você estiver desejando será o mais perfeito. E… por que isso?

estilofestaPicMonkey Collage

Porque é importante você analisar o que mais cabe ao seu estilo e às suas rotinas, ou seja:

  • Qual é a sua personalidade e estilo?
  • De que você gosta? O que combina mais com você?
  • Você está acostumada a usar salto fino?
  • Sabe de fato andar em um salto alto?
  • Normalmente, quais são suas modelagens preferidas?

estilonoiva2PicMonkey Collage

Por isso, pense com cuidado no estilo do calçado eleito e se ele, de fato, se encaixa com a sua personalidade. E… mais, acredite que, em muitos casos é mais adequado você optar por uma sapatilha e aquilo se aproxima de quem você é em essência, do que um modelo com salto muito alto ou uma modelagem pouco confortável às suas necessidades.

 

 

Calçados de Casamento: Cerimônia

Semana passada estreou aqui a série de posts sobre calçados para casamento, a ideia é esclarecer pontos que são fundamentais para a escolha do calçado perfeito para a ocasião.

3b20948b982b78b9f3cf9d8062f677af

Por isso, é super necessário pensar com cuidado em cada característica a respeito do assunto.

Primeiramente é imprescindível analisar com muita atenção sobre o local. Ou seja, onde será a cerimônia? E a festa?

lugarPicMonkey Collage

Tendo conhecimento disto já ficará mais fácil na hora de eleger o calçado, porque a partir do momento que você souber onde será a cerimônia e a festa, já terá em mente se será um gramado ou não. Portanto, saiba que; se optar por um salto muito fino ficará bastante complicado de se locomover em um local de muito gramado, por exemplo. Assim, talvez seja o caso de repensar o desejo por um modelo de salto muito fino ou acabamento em um tecido muito nobre, por algo mais ajustável à sua necessidade.

Em conclusão, tudo é uma questão de muita atenção e análise para que você possa ter o melhor resultado diante daquilo que você precisa e assim, desfrutar do momento da melhor forma possível.

Calçados de casamento

Já parou para pensar em como escolher o modelo ideal do calçado de casamento? É importante levar em conta:

  • Como será a cerimônia e a festa, o local, a época do ano a ser realizada.
  • Como é o seu estilo?
  • Quais são seus hábitos? Você está acostumada a usar calçados de salto?Qual tipo de salto? Modelagens: bico fino ou bico redondo?
  • Conforto e segurança

 

a947ce32d953690acc19654a45f042db

 

Pense com cuidado na modelagem que você vai escolher, porque ninguém melhor que você sabe onde geralmente os calçados pegam, no calcanhar, em algum ossinho mais saliente que você tenha. E lembre-se: você ficará durante toda a festa com o calçado, durante longas horas, ou seja nada pior que um sapato machucando os pés.

Não perca semana que vem tem mais!

DESCOBRINDO OS MODELOS

Para quem sente dificuldade em diferenciar ou reconhecer as modelagens dos calçados uma boa fonte é o Esme Andalucia.

Neste site você pode encontrar tudo bem explicado, de maneira simples de ser compreendida, rápida e acima de tudo super ilustrativa, onde cada modelo é destacado de acordo com suas principais características e exemplificado com a imagem de cada modelo.

Slide Minimalista

As slides estiveram super presentes no verão passado e nesta temporada continuaram firmes, mas aos poucos começam a ganham modelagens diferenciadas, uma delas são as flats com um perfume mais minimalista.

Dá só uma olhada nas inspirações:

 

Modelo em marrom havana, solado flat e com recorte na parte superior da gáspea, da S2 Shoes, na Dafiti.

Modelo slide com solado branco, palmilha e gáspea em preto, da Bruna Rocha na Passarela.

As slides minimalistas possuem um design mais limpo, com solado mais leve visualmente e geralmente em preto e cores mais neutras.Na hora de montar a produção boas sugestões são looks com referências arsty, confy ou até mais básicas. Tudo se resume a um resultado final mais limpo e com informação de design, cheio de identidade.

Sapatilhas e suas primas: Slipper

O slipper é um calçado de modelagem simples, bem parecida com a da sapatilha, entretanto o que se destaca é a presença de uma pala maior. Originalmente, era um calçado de quarto, usado pela nobreza apenas dentro das casas, com o tempo foi se popularizando, ganhou as ruas e um reforço em seu solado.

 

O slipper pode ser dito como um calçado primo das sapatilhas, é aquela prima que gosta de um toque mais vintage, boyish ou minimalista nas produções, conforme acabamentos. Adicionando assim, personalidade e muita originalidade aos looks, de acordo com os detalhes na gáspea do calçado.

Por que precisamos de tanto?

Certamente você já tenha se perguntado sobre isso e verdadeiramente, isso não é uma discussão nova. É uma consequência de uma cultura que vivemos, que parece nos atrair cada vez mais para um número interminável de necessidades irreais.

A realidade é que por mais que, em muitos momentos, sejamos racionais e consigamos nos controlar com gastos, a sociedade consumista grita para que façamos compras. A indústria da moda, relata por um lado, que temos que pensar mais e mais sobre o assunto, mudar paradigmas de consumo e produção.

Lembro de ter lido em algum lugar um artigo que falava justamente sobre isso, do que levava as grandes redes mundiais de lojas a terem praticamente todos os dias novidades em suas lojas. Claro que, é super interessante e muito atrativo, mas ao mesmo tempo isso tudo produz uma reação em cadeia e um efeito nocivo para um ciclo de consumo que cada vez exige mais e mais da saúde do planeta.

 

É preciso pensar em um consumo consciente, que peça menos, que faça com que as pessoas aprendam e se esforcem para viver com menos, exaltando om a velha máxima que aprendi com a Bauhaus, de Sullivan “menos é mais”.

Assim tudo isso me faz refletir que, mesmo gostando tanto de calçados é importante discutir, aliás é imprescindível falar mais sobre um consumo consciente e claro. Isso não significa não ter calçados, mas sim buscar por produtos de qualidade, que você tenha como se certificar que são de qualidade, que futuramente descartados irão se decompor naturalmente e que vão agredir menos o meio ambiente.

Vale falar da era dos acúmulos, que ninguém precisa de muito e que ter menos calçados irá lhe trazer benefícios como: ter mais espaço em seu armário, você irá economizar (gastando menos!) e acima de tudo, exercite sua criatividade, é possível montar produções incríveis com poucos calçados.

Na hora de comprar, aprenda a escolher pelo melhor, o que lhe trará melhor custo/benefício, invista em modelagens clássicas, cores e materiais coringas. E… gosta de sapatilhas por exemplo? Invista em modelagens!

É possível fazer milagres com pouco e ter resultados fabulosos, afinal para que mais que um chinelo, uma sandália, sapatilhas e um scarpin?

Independente de qual seja o seu estilo preferido, seja preppy, glam, boyish, boho você sabe qual o tipo de calçado que mais usa, então faça uma analise, pense nisso e faça compras acertadas e extremamente usáveis.