Calçados de Casamento: Segurança e conforto

Nesta série especial já falamos de vários fatores  que são importantes de serem analisadas com cuidado para que a escolha do seu sapato de noiva seja realmente perfeita.

Depois de você já ter pensado sobre o local onde será a cerimônia, o seu estilo e seus hábitos é fundamental prestar um pouco mais de atenção sobre a segurança e o conforto do calçado, ou seja, pense que você terá que se locomover durante a cerimônia e a festa, vai andar para cumprimentar os convidados, vai querer dançar e isso tudo significa que; impreterivelmente vai ficar em pé por um bom tempo, muitas horas. Por isso, é importante que o sapato eleito te ofereça conforto. Pense que se você levar em consideração tudo isso que acabei de comentar, você irá se poupar, minimizando a possibilidade de deixar seus pés doloridos e também não te traga risco (queda ou ferimentos).

 

newestilo noiva1PicMonkey Collage

Assim sendo, é essencial  você analisar quais são seus hábitos de calçados, porque desta forma você já irá minimizar alguns acidentes, pois você já estará adaptada a modelagem que escolher.

Pense comigo: uma sandália muito alta vai dificultar o seu caminhar, podendo enroscar o salto na barra, rasgar o vestido, te machucar, etc. Ou então, uma sandália muito recortada e alta, de poucas tiras e salto fino, como algo que você não esteja habituada a usar,  vai jogar seu pé muito para a frente, ficando desconfortável e feio nas fotos, por exemplo.

ioPicMonkey Collage

 

Portanto, vale reforçar aqui: experimente, experimente e experimente até cansar o calçado, pois somente assim você poderá perceber onde ele poderá te dar problemas, se comporta bem a sua anatomia de pé ao design do sapato. Ah… e saiba também: escolha o seu número exato, nada de menor ou maior, porque isso é cilada na certa!

Uma boa dica é: escolha por um calçado de salto mais robusto,  um modelo meia pata que te ofereça segurança ou até um modelo que você já tenha em bom estado (seja qual for) , que se sinta segura e confortável, assim evitará problemas, pois você já sabe como será caminhar, já está habituada ele.

Botinhas estilo Coachella

Gosta de looks super descolados tipo festival Coachella? Então esse post é perfeito para você!

As botinhas de cano curto, de salto baixo, com tiras, franjas e/ou fivelas são uma super tendência este outono/inverno e acrescentam às produções um perfume mais gipsy e boho.

Slide1

 

Dá só uma olhadinha nas inspirações:

 

Slide2

  1. Bota de cano curto marrom escuro, cabedal de bico redondo com duas tiras largas e detalhes de fivelas em ouro velho da Vizzano.
  2. Bota de cano curto marrom chocolate, com design mais recortado nas laterais do cano e cabedal de bico mais para fino com duas tiras largas e fivelas médias prateadas, da Cravo e Canela.
  3. Bota de cano curto preta em material acamurçado, cabedal de bico mais fino, com três tiras centrais finalizadas com três fivelas e intercaladas com ponteiras prateadas, da Shoestock.

 

Esta modelagem de bota é bastante versátil para ser usada no inverno tanto com calças, normalmente em modelagens mais slim, mas também pode ser coordenado com outras peças, resultando em produções bem descoladas com vestidos, shorts ou saias, dando assim um toque cheio de atitude.

Sapatilhas Estampadas: Animal Print

O animal print talvez seja o tipo de estampa mais conhecida, visto tanto em peças de roupas, passando por acessórios e ganhando mil e uma versões de calçados. Entretanto poucas pessoas sabem sua verdadeira história: o animal print foi visto na moda no século XVIII e rapidamente se tornou popular, provavelmente como uma maneira artificial de usar peles, por fazer referência ao universo exótico da África e seus animais selvagens. Já que usar peles, nessa época, era sinônimo de status e riqueza.

 

Slide1

A principal característica desta estampa é a repetição e padronagem semelhante a pele de animais como onça, zebra, tigre, girafa, vaca, etc.

 

PicMonkey Collage

 

As sapatilhas animal print são super populares entre a mulherada, disponíveis nas mais diversas modelagens e estilos. É uma possibilidade super versátil para as produções, pode ser responsável por adicionar informação de moda, transformar um look somente com uma sapatilha de onça, por exemplo e mesclar estilos.

Outras opções de estampa? Vem ver as: Capulana, Paisley e Liberty.

Flat com cara de quentinha

Muitas vezes na hora de montar a produção do domingo a melhor escolha é preferir por looks práticos e que se complementem entre si, principalmente em dias mais frios, nos poupando perder muito tempo.

cb65f6ff80b0a31ca473b504c4639f61

 

Desta forma, uma boa dica é a coordenação de peças com uma vibe minimalista e portanto, resultando em um look mais monocromático. Assim, neste caso optar por uma modelagem de calçado flat, como é o caso deste slipper de bico fino, com um pendant super discreto e todo forrado com um mesmo tecido que nos remete ao xadrez, sem ser xadrez. Isso tudo, permite que o calçado e a calça, se for escura, por exemplo, se fundam em uma coisa só e alonguem a silhueta de toda a produção.

Produção arrojada!

Uma produção pode destacar-se por ser mais arrojada apenas com uma peça, aqui vale destacar o poder transformador de um calçado. Assim, uma boa sugestão é optar por um vestido, por exemplo, com uma modelagem mais tradicional e na hora de escolher o calçado vale ousar.

 

PicMonkey Collageglamretro

 

Aqui a inspiração fica por conta de uma modelagem de calçado que mistura o scarpin e o tipo chanel (aberto na parte traseira), com um design mais arrojado, que ganha maior evidência na produção por ser colorido e dando assim uma super identidade no look.

Calçados de Casamento: Hábitos

Lembra dos posts anteriores que falei sobre a cerimônia e o seu estilo? Tudo isso já começou a ajudar você a pensar com mais cuidado na hora de escolher o sapato perfeito.

Pois bem, agora é o momento de fazer uma outra análise acerca do que realmente está incorporado ao seu estilo, ou seja, quais são seus hábitos? Isso significa você parar para pensar no que você está acostumada a usar no seu dia a dia a respeito de calçados.

 

PicMonkey Collage

 

Independente das suas atribuições diárias, na hora de montar a sua produção, no dia a dia, certamente você faz uma rápida reflexão de quais atividades terá que realizar e assim, na hora de montar seu look você pensa se o calçado que irá escolher para usar vai estar adequado e adaptado aos seus hábitos e atividades. Ou seja, se você tem o costume de fazer tudo com um sapato de salto mais grosso ou uma sapatilha e sente-se bem assim, esse é o seu caminho, tente levar essa informação em conta na hora de escolher o modelo do seu sapato de noiva.

 

PicMhabitponkey Collage

É melhor, nestes casos, você estar e se sentir segura com um calçado que já faz parte da sua rotina, do que se sentir extremamente insegura com uma modelagem que não tem nada a ver com a sua personalidade e que está completamente equivocada para o local onde será a cerimônia. Pense nisso!

Embroidered Floral Boot

Você sabe o que significa o título do post? Pois bem, eu te explico, botas de cano curto com bordado floral e com acabamento em veludo, ou seja, nada mais nada menos que super tendência para este outono/inverno 2017.

 

Slide1

Neste inverno o veludo e materiais semelhantes como o nobuck veiram com força total em várias modelagens de calçado, mas a que causa mais impacto nos looks, sem sobra de dúvida, são as botas. E … somado a isso, bordadas em motivos florais e afins dão uma identidade única às produções.

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

 

Slide2.JPG

  1. Bota de cano curto preta de bico arredondado em nobuck, de salto alto grosso, com bordado localizado de um ramo de rosa vermelha, na parte externa, da Arezzo.
  2. Bota de cano curto preta de veludo, bico tendendo para o fino, salto grosso médio, com bordados branco de besouro por todo o cabedal e salto, da Uza.
  3. Bota de cano curto em veludo preto, de bico redondo, salto grosso baixo, com bordados florais coloridos por todo a cabedal e salto, da Vicenza.
  4. Bota de cano curto com acabamento aveludado de suede preto, salto grosso médio, bico redondo e bordado corrido por todo o cabedal e salto, da Tanara.

 

Muito embora este modelo de bota seja super impactante o que significa, para muita gente, ser sinônimo de “marcante” para ser usado muitas vezes é uma opção que sai da zona de conforto na hora de coordenar a produção, dando destaque para os pés. Podendo assim, resultar em looks arrojados com a mais básica das calças jeans e dando um ar mais despojado para produções tipicamente glam.

 

Modelagem de Peep Toe

Você tem acompanhado os posts anteriores de modelagem? Sabe o motivo desta pergunta? É que estes posts vão te ajudar a entender melhor todo o desenvolvimento da modelagem de um peep toe, é como se fosse a base para que você possa compreender melhor as etapas. Por isso, te indicaria ler modelagem de scarpin e oficina de modelagem de calçados (parte 1, 2 e 3) para ler.

 

modelagemPicMonkey Collage

 

O peep toe se caracteriza por ser um calçado de modelagem clássica, de cabedal com abertura frontal deixando dois ou três dedos aparentes e tradicionalmente todo o restante do calçado fechado, semelhante ao scarpin. Com a evolução das modelagens e o design de calçados, muitos modelos de peep toe ganharam versões com saltos extremamente altos e para equilibrar o calçado, foram adicionadas meias patas ou modelagens amalfi (meia pata sutil) na parte frontal inferior.

 

forma-para-calcados-feminino-modelo-sandalias-com-salto-D_NQ_NP_10209-MLB20026284869_012014-F

 

Antes de começar a contar sobre o desenvolvimento da modelagem em si do peep toe, vale lembrar que: em geral, este modelo de calçado é de salto, variando de altura (médio e alto) e tipos (fino, cone, bloco, quadrado etc), portanto na hora de iniciar todo o trabalho, lembre-se que é importante escolher uma fôrma de salto e que a angulação escolhida vai variar de acordo com essa fôrma.

Depois de eleita a fôrma inicia-se todo o processo de modelagem, que é de empapelamento, desenhar na própria fôrma o projeto do calçado e transferência do molde.

O resultado final do cabedal de um peep toe ficará assim:

 

li

 

Transferência de molde e correções.

 

20150227_121955

Recorte do molde por espelhamento.

 

lo

Em muitos casos, por conta do ângulo da fôrma, já que se trata de um calçado de salto,  para uma melhor adequação do cabedal à fôrma e futuramente ao pé, a separação da parte traseira. Ou seja, o cabedal que é uma peça única é recortado e posteriormente costurado e conformado na fôrma.

 

Muitos modelos de peep toe são confeccionados em uma peça única de cabedal, no entanto quando realizados com essa separação de peças e costurados, fazem com que seja um calçado de melhor anatomia. Porém é importante, falar também, que nessa hora, é indispensável a adição de margens de costuras nestas peças, cerca de 5mm para que o calçado que foi feito em uma determinada numeração não acabe ficando apertado.

 

peeptoeScreenshot_2017-07-08-22-47-25

Imagem do instagram de: Shoes of Prey

 

Outra observação válida é, muitos peep toes são desenvolvidos de uma maneira um pouco diferente, separando a gáspea do cabedal. Isso significa que durante a modelagem as peças são construídas e recortadas separadamente e depois unidas no processo de costura e conformação.

Sapatilhas Estampadas: Paisley

Acredita-se que a Paisley seja um dos tipos mais antigos de estampas do mundo, surgiu no século XVIII em lenços e xales na região da Caxemira. Os britânicos que comercializavam especiarias e levavam junto para a Europa nos navios, porém como era algo muito caro os escoceses começaram a copiar estes modelos na cidade de Paisley, centro têxtil da Escócia, o que fazia com que os custos de produção se barateassem. Porém, ainda sim, estes lenços eram sinônimo de sofisticação e eram usados apenas pela aristocracia britânica.

 

Slide1

 

A estampa tipo Paisley tradicional se caracteriza por apresentar dois ou três tons da mesma cor, com formas que nos remetem à motivos indianos. Atualmente, esta estampa ganhou releituras e mescla de mais cores, porém ela sempre se destaca pela apresentação de poucos contrastes de cores.

 

PicMonkey Collageop

 

 

As sapatilhas com estampa Paisley ganham maior impacto diante dos looks pela mescla de cores, porém sem ser extremamente marcante. É uma boa opção para produções com uma pegada mais boho, gipsy e hippie chic, mas que gostam de contrapor, ao perfume romântico que a modelagem da sapatilha sempre traz à tona.

Já leu o post sobre estampas Liberty e Capulana?

 

#Girlboss – A série

Sei que a série #Girlboss não é exatamente uma novidade, mas a verdade é que estou para contar minhas impressões por aqui há um tempão. Não falei antes porque estava com uma lista de livros que achava interessante falar por aqui e hoje finalmente, venho contar sobre essa série.

Antes de falar da série, digo que, continuo achando o livro de Sophia Amoruso incrível! É um dos livros mais reflexivos que li nos últimos tempos, isso porque é um livro que faz você, realmente pensar na sua postura diante dos seus desejos, a respeito daquilo que quer tanto realizar. Ou seja, faz com que você pense se, de fato, está fazendo tudo da maneira certa e é de certa forma, uma tapa na cara, do tipo: “levanta a bunda dai e vai! Se joga, se arrisca!”

 

Vamos conversar sobre ângulos diferentes:

POSITIVOS:

  • Trilha sonora: redondinha, adorei todo o tom que ela proporciona à trama, super azeitada e extremamente coerente. Delicioso!
  • Figurino impecável: vale buscar uma percepção diferente à este quisito, pois é ele que serve de pano de fundo, ou seja tem valor riquíssimo. Cada look em que a protagonista aparece é nítido uma menção a diferença entre moda e estilo, assim a proposta é revelar produções impactantes e que impõe a personalidade de Sophia. Já de cara é possível notar isso, quando ela está com um look quase nada, mas que se transforma com a coordenação de uma bota tipo coturno, super pesada e autêntica. Vale estar atenta e notar todas as produções!

 

NEGATIVOS:

  • História em si: tem momentos que não parecem contar a história de criação da marca, acaba ficando monótono e por vezes, até um pouco bobo, deixando a série quase óbvia.
  • Personalidade da protagonista: sei que talvez seja polêmico comentar isso, porém faz parte pensar o seguinte: durante a criação e desenvolvimento desta série, li várias vezes que Sophia acompanhou o processo. Pois muito bem, no entanto, ao assistir a série, a protagonista passa uma imagem de pessoa intratável. Ai me pego pensando, será que a criadora da NASTY GAL  não se importa com isso? Será que ela é assim? Ou se vê desta maneira?
  • Empreendedorismo: esperava mais sobre a exploração do tema, achei que foi pouquíssimo abordado.

 

Não tiro em absolutamente nada minhas opiniões e impressões sobre o livro, mesmo depois de ter visto a série. Mas, penso que será muito mais proveitoso para se ter um aprendizado a respeito de empreendedorismo se você ler o livro. Por isso, leia #Girlboss!