Red Fever com Personalidade

Você já deve ter notado por aí que; se tem uma cor bombando é o vermelho, não é mesmo?! E…sim, você está certa! Mais especificamente, um tom de vermelho bem aberto, chamado de Red Fever, trata-se de um tom quente, bem passional.

Hoje é sábado, é aquele momento que você quer apostar numa produção com mais personalidade, mas não sabe bem como? Então, vem comigo e leia este post até o final!

b3a100fa14269d5cda8e4172e507c57d

A sugestão/inspiração de hoje é uma mistura de uma modelagem clássica de calçado, ou seja o d’orsay (este modelo derivado do scarpin, fechado na frente, aberto nas laterais e fechado na parte traseira) oferece um toque mais glam ao look, que com o acréscimo de detalhes de metais e o efeito impactante do red fever fazem toda a diferença, ressaltando ainda mais a produção

Mesmo que você opte por um look mais “calmo”, sem muitos outros artifícios, ou prefira que as outras pelas sejam mais clean, saiba que optar por este tipo de calçado, automaticamente estará sendo criado uma identidade própria neste look, de forma charmosa e moderninha.

Calçados de Casamento: Sapatilha – Curadoria Especial

Lembra de todas aquelas dicas que sempre falo por aqui na hora da escolha do calçado perfeito para o seu casamento? Pensar com cuidado sobre seus hábitos, seu estilo, sua personalidade, onde será a cerimônia e tudo mais… Se depois de tudo isso, sua conclusão for que o melhor calçado é uma sapatilha, não se preocupe, pois há muitas opções deste modelo.

Sei que muita gente que torce o nariz para sapatilhas como calçado de noiva, enxergando este como simplório e pouco sofisticado. Mas, isso não é verdade, existem opções que se adaptam perfeitamente bem para noivas com todo o glamour e autenticidade que a ocasião pede.

O mais importante é você pensar que, por vezes, uma sapatilha combina muito mais com a essência da noiva, do que um calçado de salto alto, do qual a noiva não esteja habituada a usar normalmente, causando assim um desconforto.

BeFunkyCollagesapatilhalooks

Uma sapatilha te deixará mais confortável e à vontade, ou no caso de noivas muito altas é interessante lembrar que talvez nas fotos o contraste entre noivo e noiva será muito grande, tudo é uma questão de bem estar e se adequar ao seu sonho, ou seja, se mesmo você sendo uma mulher alta, seu sonho é casar com um salto 15cm, vá fundo, mas é indispensável você estar ciente de que provavelmente este modelo não seja o mais adaptado às suas necessidade.

Tirar proveito de sapatilhas como calçado de noiva é uma vantagem para cerimônias de casamento em chácaras ou com uma vibe mais campestre, em que se apresentará em terrenos mais irregulares e assim, escolher uma sapatilha como parte da produção será algo agradável, super adequado e com personalidade.

Dá uma olhada  em alguns modelos:

Slide1modleos

  1. Sapatilha branca rendada, cabedal de bico redondo, parte traseira lisa branca e detalhe superior frontal de laço, da Shoestock na Zattini.
  2. Sapatilha branca lisa, com design estilo d’orsay, cabedal separado em gáspea de bico fino e parte traseira, com detalhe central de aplicações de flores brancas, da Vizzano na Zattini.
  3. Sapatilha em modelagem d’orsay em nude rosado, gáspea de bico arredondado com detalhe de nó, laterais abertas e parte traseira fechada, da Shoestock na Zattini.
  4. Sapatilha de modelagem clássica dourada, cabedal de bico suavemente fino, detalhe de discreta fivela com pedrarias e salto, da Shoestock na Zattini.

Na hora de escolher o modelo e modelagem da sapatilha, saiba que há uma diversidade enorme, desde modelos brancos super clássicos e tradicionais, até modelagens mais minimalista e de design mais limpo.

Uma sugestão é pensar em uma unidade com o vestido, ou seja, se o modelo do vestido é simples e somente branco, por exemplo, uma sapatilha de bico fino puramente branca ficará interessante, numa festa que acontecerá durante o dia. Outra ideia é se o vestido for um pouco mais romântico e com rendas, optar por uma sapatilha forrada com renda, já que o resultado será um toque exclusivo e ultra feminino. Mas, modelos em nude, modelos rosé gold, dourado, prateado ou acabamentos tipo glitter são opções válidas para festas à noite, ou seja, puxam para o estilo mais glam e cabem perfeitamente bem em diversos tipos de produção de noiva.

Uma informação sempre válida de ser destacada é: como todo calçado novo, a sapatilha poderá causar algum tipo de lesão no primeiro uso. Portanto, use a sua sapatilha antes do dia oficial em casa, experimente, ande, dobre seus pés, assim você poderá perceber onde ele talvez cause algum tipo de incômodo e tome as devidas precauções.

 

 

Sock Boots

O outono nem bem começou no país, e na região sul, os dias tem alternado bastante de temperatura, mas já temos tido dias mais frios, tanto é que outro dia já tivemos a presença na friagem por aqui e isso implica em montar produções mais quentinhas.

A partir do momento em que começamos a perceber os dias mais gelados e provavelmente, mais úmidos, por causa das chuvas, um dos calçados coringa são as botas, que a cada estação vem com mais opções, cheias de estilo e identidade, para todos os gostos.

BeFunkyCollagelookmeias

O tema é a sock boot é um modelo de bota de cano médio para baixo que tem cara de meia. Na verdade, a ideia é essa mesma, parecer que você vestiu uma meia por cima da bota, isso tudo cria um outfit com mais atitude e presença.

Vem ver alguns modelos:

Slide1

 

  1. Sock boot preta de tricot em material sintético, cabedal de bico fino, de cano médio/baixo e salto alto fino, da Colcci na Zattini.
  2. Sock boot red fever em malha com detalhes trabalhados, em material sintético, cabedal de bico fino, cano médio/baixo e salto alto fino, da Tanara na Zattini.
  3. Sock boot em malha mescla em tom acinzentado, cabedal de bico fino, cano curto e salto grosso médio, da Santa Lolla na Zattini. 
  4. Sock boot vermelha canelada, em material sintético, cabedal de bico arredondado, cano médio e salto grosso médio, da Dakota na Zattini.
  5. Sock boot preta em material esportivo, cabedal de bico fino, cano curto/médio, detalhe traseiro e salto alto grosso em acabamento verniz, da Jorge Bischoff na Zattini.

O grande diferencial deste modelo de bota é que oferece a possibilidade de sair do look comum de inverno, muito óbvio, sóbrio e sem graça. Mas, sim destacar a produção com mais presença e autenticidade.

Por outro lado, acho importante destacar que na hora que você for experimentar este tipo de calçado, observe se é bem estruturado na parte interna, dê preferência para os modelos mais “durinhos” por dentro, pois se isso não ocorrer e o salto for alto é fácil você ter dificuldade ao se equilibrar e até propiciar uma virada de pé. Pense nisso!

Sapatilha Príncipe de Gales

Você notou como a estampa tipo Príncipe de Gales está em alta? Esta promete ser forte tendência nesta temporada outono/inverno, aliás ela tem um “perfume” bem adequado para os dias mais frios, com tons acinzentados ou em preto em riscos irregulares, o que confere mais personalidade por conta do toque dos riscos em vermelho e também, é uma estampa mais comum em produções masculinas, em peças de alfaiataria como ternos e casacos.

BeFunkyCollagepw

E assim como nas peças de roupas, a estampa se apresenta de modo imponente, neste outono/inverno em algumas opções de calçados baixos, especialmente, nas sapatilhas:

Slide1

  1. Sapatilha aberta com estampa Príncipe de Gales, de gáspea de bico fino, parte traseira aberta com tira que envolve o calcanhar e fechamento de tira com fivela na parte do tornozelo, da Drezzup na Zattini.
  2. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales, cabedal de fico fino suave, de design tradicional, da Moleca na Zattini.
  3. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales de estilo esportivo, com referência de slipper, solado branco e vira vermelho, que contorna todo o acabamento superior do calçado, da Beira Rio na Zattini.
  4. Slipon matelassê com estampa Príncipe de Gales, com solado branco alto e acabamento superior em vira preto, da Dumond na Zattini.

 

Em looks femininos com estilo boyish ficam bem interessantes para sair do óbvio nos dias mais frios, e naturalmente em peças mais clássicas como blazers e casacos femininos dão um ar mais tradicional e sofisticado. Aproveite esta tendência para criar a sua própria identidade na sua produção, de forma autêntica, moderna e antenada.

O SEGREDO DO CHANEL Nº 5 – A HISTORIA INTIMA DO PERFUME MAIS FAMOSO DO MUNDO

O livro “O Segredo do Chanel Nº 5 – A História Íntima do Perfume Mais Famoso do Mundo” foi minha leitura de férias, trata-se de um livro escrito originalmente em inglês por Tilar J. Mazzeo, posteriormente traduzido para o português por Talita Rodrigues e produzido pela editora Rocco.

chaneol

Sem fazer muito mistério a capa do livro já diz tudo, destaca a história de como nasceu o famoso Chanel Nº 5. Mas, eu diria mais, este é um livro que todo mundo que estudou, estuda ou é interessado em design deveria ler, a abordagem é interessantíssima!

Tudo começa na infância de Gabriele Chanel, aos poucos vai contando sobre quem esta menina, com o tempo vai, se transformando em mulher de personalidade forte e sua obsessão em ter tudo à sua maneira, entretanto isso é só o começo. Conforme você for lendo vai descobrir coisas incríveis, vai entender um pouco de como um simples vidro de perfume vira um artigo de luxo em tempos de guerra, a briga na justiça por algo que tempos antes Coco abriu mão e mais tarde quer novamente, suas paixões, amores e dessabores e muito mais. Acima de tudo, eu diria, que é a demonstração clara de algo que chamamos hoje de “um case de sucesso”, a visão que ela tinha a respeito do todo, de entender a importância do design do vidro, da tipografia utilizada, da caixa, do preço e claro do perfume…

Coco Chanel, como era chamada, tinha verdadeiramente uma visão empresarial à frente do seu tempo, um ideal de minimalismo e isso explica, de certa forma, o poder que este produto acabou ganhando, mesmo que não fosse exatamente uma novidade, afinal de contas o perfume na sua essência já existia.

Pesquisando por aí, encontrei na Livraria Cultura por R$ 39,50. Só digo mais uma coisa: leia, você não vai se arrepender e vai aprender muito!

Mule Branca

Quer uma proposta de calçado flat para este domingo? Que tal uma mule branca? A princípio pode parecer bem simples, sem nenhum atributo interessante, não é mesmo?!

c52d3f5ddbdb821d19019a9f6dcef517

Porém, olhando cuidadosamente é possível notar seu incrível design minimalista, bem simples, deixando apenas alguns dedos à mostra, solado/palmilha como se fosse um calçado de bico fino, gáspea bem larga que abriga todo o pé, deixando a caminhar seguro e silencioso. Modelo ideal para uma produção mais clean, neste domingo!

Look camaleão

Sabe aquele sábado super corrido, que a gente tem que fazer mil e uma coisa, mas que no fim do dia nos exige uma produção arrojada?

Pois bem, neste dias que saiamos cedo de casa, o importante é pensar em uma produção versátil, que possa se transformar ao londo do dia, conforme nossa necessidade.

Slide1

Pensando nisso, a inspiração de hoje é um look meio boyish, que durante o dia pode ser coordenado facilmente com um sapato plano, sapatilha, tênis, slipper etc. Mas, que no final do dia ganha outro status, com a troca do calçado baixo por um scarpin mais imponente, destacando e mudando radicalmente a identidade desta produção.

Calçados de Casamento: D’orsay – Curadoria Especial

Depois do scarpin e da sandália, talvez o calçado mais clássico que existe seja o d’orsay. Muita gente acaba confundindo e denominando também de scarpin, entretanto sua principal diferença está na modelagem, que separa gáspea de parte traseira, fazendo com que o calçado seja composto por duas peças, em alguns modelos há a presença de uma tornozeleira ou alguma delicada amarração. Mas, saiba que existe também o semi d’orsay que possui apenas uma das laterais aberta.

Slide1

Pensando nas noivas que buscam uma opção prática e mais acessível, fiz uma curadoria especial com alguns modelos de d’orsay, vem ver:

Slide2

  1. D’orsay clássico dourado, de material sintético e acabamento envernizado, gáspea de fico fino, parte traseira fechada e salto médio fino, da Drezzup na Zattini.
  2. Semi d’orsay nude de couro, cabedal de bico fino em peça única com lateral interna aberta, de salto alto fino, da Santa Lolla na Zattini.
  3. D’orsay dourado rosado, de couro com acabamento acamurçado, gáspea de bico fino com aplicação de pedrarias, parte traseira fechada com tornozeleira e salto tipo kitten heel, da Shoestock na Zattini.
  4. D’orsay vermelho, de couro com acabamento nobuck, gáspea amendoada com recortes ondulados no decote, parte traseira fechada com tornozeleira e salto médio grosso, da Capodarte na Zattini.
  5. D’orsay clássico azul, gáspea de bico fino de acabamento acamurçado, parte traseira fechada com acabamento envernizado e de salto alto fino, da Dumond na Zattini.

Viu só quantas opções interessantes de d’orsay para deixar seu look de noiva ainda mais incrível? Mas, vem cá, vamos conversar mais um pouquinho: é importante destacar que os modelos d’orsay são calçados justos ao pé, por isso quando novos podem provocar algum tipo de lesão nos pés. Esteja atenta a essa possibilidade e previna-se antes do uso “oficial”. Porém, se você tem o pé muito magrinho, saiba que talvez ele saia do pé ao caminhar, assim a melhor coisa é escolher os modelos com tornozeleira, garantindo maior segurança. Outra informação é que pelo fato de ser um calçado de design clássico, os modelos tradicionais, em sua maioria são com saltos fino e alto, portanto pense cuidadosamente no seu desejo e observe se você está habituada a usar este tipo de salto. Por outro lado, eu diria que a maior vantagem do d’orsay é possuir o design clássico, que sai do habitual scarpin, transmitindo assim, um perfume mais sofisticado e original à sua produção de noiva.

Sandália Gladiadora

Nesta temporada primavera/verão as sandálias gladiadoras aparecem novamente como mais uma possibilidade na enorme gama de sandálias sem salto, mas  desta vez estão com os canos e amarrações de médias a curtas, em tons claros e terrosos.

BeFunkyCollage

Dá só uma espiadinha nas inspirações:

Slide1

 

  1. Sandália gladiadora caramelo, de material sintético e acabamento acamurçado, tiras laterais grossas por onde passam os cordões para finalizar com amarração de cano baixo, da Via Marte na Zattini.
  2. Sandália gladiadora branca, de material sintético, parte frontal com detalhes de ilhóses por onde passam os cordões, parte traseira fechada e cano médio, da Beira Rio na Zattini.
  3. Sandália gladiadora marrom, de material sintético acetinado, multi tiras finas que se entrelaçam e se unem por nós, amarração baixa na altura do tornozelo, da Amaro na Zattini.
  4. Sandália gladiadora marrom, de material sintético, tira frontal em “X”, parte traseira com fechamento de zíper de altura média, laterais com mini ilhóses por onde passam os cordões até a altura do tornozelo, da Fioratto na Zattini.

A sandália é uma ótima opção de sandália sem salto para o verão, é um tipo de calçado de superfície bem aberta, deixando boa parte dos pés à mostra, oferendo mais frescor e bem estar para a usuária.

Este é o tipo de calçado perfeito para coordenar produções com um toque folk e boho, com peças fluídas e leves, mas pode ficar interessante também com misturas destes estilos com peças básicas, de modelagem mais simples e hippie chic.

3 Sapatilhas Diferentonas

As sapatilhas metalizadas por si só já destacam a produção, dando mais estilo e força. Para muita gente se arriscar a usar um modelo metalizado não é lá tarefa muito fácil, pois há um certo receio de “pesar a mão”. Entretanto, é importante testar outros caminhos na hora de montar o look, para sair da zona de conforto, descobrir novas possibilidades de combinações e acima de tudo, descobrir que dá pra ousar com identidade.

BeFunkyCollage

  1. Sapatilha prateada, de couro com acabamento metalizado, de bico fino, detalhe de amarração na parte do peito do pé e parte traseira aberta, da Luiza Barcelos na Zattini.
  2. Sapatilha dourada, de material sintético com acabamento metalizado, gáspea de bico fino, detalhe de maxi franjas e laço na parte central, parte traseira fechada com recorte diagonal na cor caramelo e dourada, da Ellus na Zattini.
  3. Sapatilha prateada com dourada, de couro com acabamento metalizado, gáspea estilo huarache(ver definição) com pala mais alongada, laterais abertas com detalhe de fivela e parte traseira fechada, da Carrano na Zattini.

Assim as sapatilhas metalizada proporcionam à produção mais presença, são protagonistas no look e justamente por isso, deixam o resultado único, mais original e autêntico.