Um look + um sapato: Glam desconstruído

De uma maneira geral o estilo glam se caracteriza por demonstrar como resultado final uma produção mais sofisticada e que nos remete ao glamour. Entretanto, atualmente existem subgêneros dentro do glam ou seja glam rocker, glam punk, glam boho e por ai vai…

Mas, a ideia aqui é falar do estilo em essência, ou seja, abordar apenas o glam! Assim sendo, este destaca-se por ser também um estilo de vida, vai muito além de uma aparência estética, revelando uma mulher sofisticada, elegante, que se informa acerca das tendências, que gosta de usar brilhos, é exuberante e sensual.

Tendo essas informações em mente, que tal desconstruir uma produção glam?

BeFunky-glasm (1)

Observe nesta foto acima como há, de fato, uma produção com referências glam: a saia plissada dourada revela uma mulher exuberante, os óculos de armação branca, destacam uma mulher antenada com as informações de moda atual, já a blusa branca produz um certo equilíbrio no look, trazendo o estilo básico, a jaqueta preta de couro, chama a atenção para uma referência rocker e nos pés destaca-se a desconstrução de toda essa coisa mais feminina através do clássico mocassim do guarda roupa masculino, com acabamento envernizado, da Dafiti. Portanto, essa coordenação de peças resulta em uma harmonia de um look muito autêntico e original, se comparado a uma composição clássica glam.

Um look + um sapato: Boyish descontruído

O estilo boyish se caracteriza em uma produção por trazer à tona peças com referências do guarda roupa masculino, desde as modelagens de roupas mais amplas e retas, quanto em calçados com aspecto mais sóbrio e neutro. E que tal desconstruir essa imagem em um look?

BeFunky Collageboyish

Dá só uma olhada nesta produção: as peças estão em um contexto boyish, pois a calça de  modelagem reta, o blazer de comprimento mais alongado e o mocassim estilo Gucci destacam estas informações mais masculinas. Entretanto há uma desconstrução, já que a calça ganha toque navy por conta da estampa listrada, na parte superior há a combinação all black com uma blusa mais sequinha por baixo do blazer e o calçado ganha um protagonismo único, por conta do acabamento metalizado na cor cobre e a ferragem dourada, da Carrano na Zattini. Assim, o resultado final deste look ganha um toque autêntico e com um perfume à la glam bem feminino.

 

Para um look confy?

Todas as terças o espaço aqui é dedicado a falar de sapatilhas, mas que tal mudarmos um pouquinho?! A ideia é continuar falando de opções de calçados sem salto, mas vamos abrir um pouco mais o leque e falar também de: alpargatas, mocassins, slippers, mules, oxfords, slipon e muito mais.

O inverno de fato chegou por aqui! Os últimos dias tem sido de frio intenso e para isso nada melhor do que um look bem quentinho e confortável, não é mesmo?! Dá só uma espiadinha nesta proposta:

BeFunky-projectsalome

A ideia aqui é privilegiar uma coordenação de peças simples, que provavelmente todo mundo já tem, ou seja, um cardigã quentinho, uma blusa básica, uma calça jeans mais descoladinho e o destaque estará nos pés, uma mule caramelo com barbicachos, como este, de solado branco suavemente tratorado, da Millennium na Dafiti.

O grande diferencial desta proposta é que a mule é a responsável por destacar a produção, dando mais identidade, trazendo a ênfase em construir um look confortável e prático.

 

Um look + um sapato: Girlie desconstruído

O girlie é um estilo que é reconhecido por ser super delicado e feminino, sempre com uma pegada mais jovial e uso de tons mais doces, como as candy colors. Mas, que tal desconstruir tudo isso, transformando um look girlie? Essa é a proposta de hoje:

BeFunky Collagegilie descontruido

A produção possui referências variadas, pois a modelagem do vestido é girlie, os detalhes de rendas e amarrações da gola traduzem um certo romantismo, por outro lado o uso do vermelho mais intenso traz uma coisa mais adulta e nos pés o toque final fica por conta do mocassim preto, de couro com acabamento envernizado e textura croco, com cabedal de bico redondo da Luiza Barcelos na Zattini,  trazem à tona informações boyish, ou seja, do guarda roupa masculino. E assim, tudo isso, resulta em uma produção  com personalidade, não tão comum e inteligente.

 

Um look + um sapato: Normcore

Vamos começar uma nova seção por aqui? A partir de hoje a ideia é dar mais amplitude para as possibilidades dos calçados baixos, ou seja, ir além da clássica (e não menos amada!) sapatilha.

Você certamente já ouvir falar, inclusive por aqui, do estilo normcore, não é mesmo?! Para explicar melhor, vamos entender que: o termo traduz-se como uma maneira de distinção dos demais, ou seja, não seguir tendências, mas sim de um estilo sem gênero, que destaca-se por ser despretensiosa.

Dá só uma olhada nesta inspiração de look:

BeFunky Collage

Na imagem é possível observar as características citadas anteriormente, através do uso de cores sóbrias e modelagens mais preocupadas com o conforto, assim como o calçado, que possui referências do guarda roupa masculino, por exemplo este mocassim caramelo, com cabedal de bico redondo, de couro, e detalhes de franjas com aplicações de mini tachas, da Shoestock na Zattini.

Naturalmente, este mocassim pode ser coordenado com uma possibilidade enorme de produções, ficando super interessante se mesclado com peças de outros estilos. Mas, vale a pena conhecer os mais diversos estilos e observar qual combina mais com a sua personalidade.

Gostou da ideia? Deste formato de post? E deste estilo? Conta mais aqui!

 

 

Sapatilhas Bow

Não é de hoje que o detalhe bow tem aparecido nos calçados, ano passado tanto no outono/inverno quanto nas coleções primavera/verão as marcas investiram em modelos com esta informação desde sandálias, chinelos tipo slide, tênis etc. Mas, nesta temporada outono/inverno as sapatilhas também ganham suas versões.

O bow nada mais é que uma amarração tipo nó ou laço mais estruturada, robusta que acaba se tornando protagonista do calçado, dando ainda mais autenticidade para os looks.

BeFunkyCollagebow

Dá só uma olhada nas inspirações:

Slide1

  1. Sapatilha em couro rosa, cabedal de bico fino com bow e recortes nas laterais, da Arezzo. 
  2. Sapatilha nude em material sintético, estilo slingback, de cabedal de bico fino com bow, da Dumond na Zattini.
  3. Sapatilha preta de camurça, cabedal de bico fino, parte traseira aberta tipo mule com amarração bow, da Vinci Shoes.
  4. Sapatilha rosa em veludo, estilo slingback, cabedal de bico fino com laço tipo bow e parte traseira aberta, da Vicenza.

O grande trunfo desta proposta de calçado é dar um ar mais originalidade aos looks, perfeito para quem não abre mão de uma boa sapatilha e assim, destacar a produção com mais propriedade e informação de moda.

O clássico Branco e Preto

Que a mistura das cores branco e preto nos looks é um clássico da moda não há dúvida, né?! É um artifício na hora de compor a produção que sempre resulta em propostas interessantes, sóbrias e elegantes.

BeFunkyCollagelook

Mas, além desta mescla ser usada nas peças de roupas uma outra ideia é tirar proveito através sapatilhas bicolores, em suas diferentes modelagens, dando mais personalidade e um toque mais moderno.

Algumas inspirações:

Slide1

  1. Sapatilha bicolor estilo slingback, gáspea branca com biqueira preta envernizada e de ponta quadrada, da Arezzo.
  2. Sapatilha bicolor em couro, cabedal todo branco com biqueira redonda preta, detalhe frontal de tira preta com botão e acabamento em vira preto, da Capodarte na Zattini.
  3. Sapatilha estilo slipper bicolor em couro texturizado tipo croco, cabedal todo branco com pala recortada, acabamento em vira e barbicacho azuis, da Shoestock.

O grande diferencial dos calçados baixos bicolores, como é o caso das sapatilhas, é que tiram do óbvio a produção, em algumas modelagem (mocassins e slippers) trazem algumas referências do guarda roupa masculino, em outros casos (nas modelagens mais tradicionais; bico fino e bico redondo, por exemplo) dão mais personalidade ao look, deixando feminino e moderno.

Sapatilha Red Fever

Não faz muito tempo apresentei por aqui uma série de sapatilhas coloridas, lembra?! Na ocasião abordei caso a caso, como combinar as cores e em um post em especial destaquei as sapatilhas vermelhas. Pois muito bem, nesta temporada outono/inverno 2018 o vermelho vem como uma tendência forte, sendo chamado de Red Fever, ou seja, trata-se desta vez, de um vermelho em tom alaranjado, bem aberto e marcante.

BeFunkyCollagelook

Vem dar uma espiada nas opções de modelagens:

Slide1

  1. Sapatilha red fever envernizada, cadebal de bico redondo com detalhes de franjas e laço, da Anacapri.
  2. Sapatilha red fever estilo slingback, cabedal de bico fino e parte traseira aberta, da Divalesi.
  3. Sapatilha red fever com design diferenciado, com referências tipo loafer e decote mais alto, da Vicenza.

Uma boa dica se você tem certo receio de pesar a mão na hora de montar a produção, mas deseja acrescentar um toque de modernidade, é se arriscar com pitadas da cor. Isso nada mais é que, tentar adicionar detalhes como: bolsas, brincos, colares, pulseiras, lenços e calçados. Assim, você irá evidenciar informação de moda e ao mesmo tempo, dar mais personalidade aos looks.

Sapatilha Príncipe de Gales

Você notou como a estampa tipo Príncipe de Gales está em alta? Esta promete ser forte tendência nesta temporada outono/inverno, aliás ela tem um “perfume” bem adequado para os dias mais frios, com tons acinzentados ou em preto em riscos irregulares, o que confere mais personalidade por conta do toque dos riscos em vermelho e também, é uma estampa mais comum em produções masculinas, em peças de alfaiataria como ternos e casacos.

BeFunkyCollagepw

E assim como nas peças de roupas, a estampa se apresenta de modo imponente, neste outono/inverno em algumas opções de calçados baixos, especialmente, nas sapatilhas:

Slide1

  1. Sapatilha aberta com estampa Príncipe de Gales, de gáspea de bico fino, parte traseira aberta com tira que envolve o calcanhar e fechamento de tira com fivela na parte do tornozelo, da Drezzup na Zattini.
  2. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales, cabedal de fico fino suave, de design tradicional, da Moleca na Zattini.
  3. Sapatilha com estampa Príncipe de Gales de estilo esportivo, com referência de slipper, solado branco e vira vermelho, que contorna todo o acabamento superior do calçado, da Beira Rio na Zattini.
  4. Slipon matelassê com estampa Príncipe de Gales, com solado branco alto e acabamento superior em vira preto, da Dumond na Zattini.

 

Em looks femininos com estilo boyish ficam bem interessantes para sair do óbvio nos dias mais frios, e naturalmente em peças mais clássicas como blazers e casacos femininos dão um ar mais tradicional e sofisticado. Aproveite esta tendência para criar a sua própria identidade na sua produção, de forma autêntica, moderna e antenada.

3 Sapatilhas Diferentonas

As sapatilhas metalizadas por si só já destacam a produção, dando mais estilo e força. Para muita gente se arriscar a usar um modelo metalizado não é lá tarefa muito fácil, pois há um certo receio de “pesar a mão”. Entretanto, é importante testar outros caminhos na hora de montar o look, para sair da zona de conforto, descobrir novas possibilidades de combinações e acima de tudo, descobrir que dá pra ousar com identidade.

BeFunkyCollage

  1. Sapatilha prateada, de couro com acabamento metalizado, de bico fino, detalhe de amarração na parte do peito do pé e parte traseira aberta, da Luiza Barcelos na Zattini.
  2. Sapatilha dourada, de material sintético com acabamento metalizado, gáspea de bico fino, detalhe de maxi franjas e laço na parte central, parte traseira fechada com recorte diagonal na cor caramelo e dourada, da Ellus na Zattini.
  3. Sapatilha prateada com dourada, de couro com acabamento metalizado, gáspea estilo huarache(ver definição) com pala mais alongada, laterais abertas com detalhe de fivela e parte traseira fechada, da Carrano na Zattini.

Assim as sapatilhas metalizada proporcionam à produção mais presença, são protagonistas no look e justamente por isso, deixam o resultado único, mais original e autêntico.