Calçados de Casamento: Sandália – Curadoria Especial

Você já bateu o martelo: decidiu que vai se casar com uma sandália! Pois bem, nessas alturas você já deve ter pensando cuidadosamente no assunto; analisou todos os prós e contras desta escolha, sabe como será o local da cerimônia, seus hábitos em relação aos calçados e o seu estilo. Mas, acima de tudo, você deve ter em mente que a sandália oferecerá conforto e segurança ao caminhar, além de harmonizar com a sua personalidade.

Algumas dicas que podem te ajudar para escolher a sandália perfeita são:

  • Escolha por saltos de altura média.
  • Prefira por modelagens mais tradicionais, em que a gáspea (parte frontal) “abrigue” mais seus pés/dedos. Sabe aquela velha história dos dedos “vazarem (vide segurança e conforto)” ao caminhar? Sandálias de saltos muito altos e com tira frontal reta e de fina espessura, podem causar este tipo de desconforto.
  • Escolha modelos com parte traseira fechada e que tenham algum tipo de sustentação extra como; tornozeleira removível, tornozeleira fixa ou amarrações seguras que tenham a presença de uma fivela de fechamento (observe as imagens abaixo).

BeFunkyCollage2op

Minha curadoria especial de sandália para noivas:

BeFunky Collage

  1. Sandália off white, em material sintético, salto fino de altura média, gáspea em “U”, deixando apenas alguns dedos à mostra, parte traseira fechada e tornozeleira fixa com fechamento de fivela dourada, da Via Uno na Zattini.
  2. Sandália de couro, em acabamento dourado, salto fino de altura média, gáspea em “U”, parte traseira fechada com tornozeleira removível e fechamento de fivela dourada, da Shoestock na Zattini.
  3. Sandália vermelha, em material sintético com acabamento acamurçado, salto alto grosso, gáspea em “U” abrigando todos os dedos, parte traseira fechada e tornozeleira removível com fechamento de fivela prateada, da Jorge Alex na Zattini.
  4. Sandália prateada, em material sintético, de salto alto fino, gáspea em “U” com aplicações de pedrarias e ligeiramente mais recortada (em relação aos outros modelos), parte traseira fechada, tornozeleira removível e fivela forrada do mesmo acabamento da sandália, da Luiza Barcelos na Zattini.

Ainda que este tipo de sandália seja um clássico, te ofereça mais segurança e conforto, imprevistos podem ocorrer no meio do caminho, como: se seu dedinho é mais “gordinho” e costuma machucar com algumas sandália, avalie esta questão. Para algumas mulheres, sandália com a parte traseira fechada e tornozeleira, podem apertar, causar bolhas e trazer muito desconforto, portanto esteja atenta também a essa possibilidade. Por outro lado saiba que; quem tem pé muito magrinho optar por modelos com tornozeleira é garantia de segurança.

E.. para finalizar o conselho que sempre dou aqui, mas não custa ressaltar, né!? Qualquer modelo de calçado novo poderá causar algum tipo de imprevisto, por isso, faça um “ensaio” com este antes do uso oficial, use em casa, caminhe, preste atenção na relação pé X sapato, como ambos se comportam. Notou algum tipo de possível problema? Seja uma pessoa precavida, proteja seu pé com algum tipo de artifício (protetor de silicone, fitas adesivas, etc). Entenda que ir usando o calçado antes do evento fará com que ele vá se “moldando” ao seu pé e consequentemente, evitará lesões.

Sobre a composição do look? Esta modelagem de sandália tradicional, traz à produção um ar mais clássico, super coordenável com os mais variados estilos de vestidos e acima de tudo te deixará elegante, porque no final das contas o que mais importa é que você se sinta confortável e linda.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s