#Girlboss – A série

Sei que a série #Girlboss não é exatamente uma novidade, mas a verdade é que estou para contar minhas impressões por aqui há um tempão. Não falei antes porque estava com uma lista de livros que achava interessante falar por aqui e hoje finalmente, venho contar sobre essa série.

Antes de falar da série, digo que, continuo achando o livro de Sophia Amoruso incrível! É um dos livros mais reflexivos que li nos últimos tempos, isso porque é um livro que faz você, realmente pensar na sua postura diante dos seus desejos, a respeito daquilo que quer tanto realizar. Ou seja, faz com que você pense se, de fato, está fazendo tudo da maneira certa e é de certa forma, uma tapa na cara, do tipo: “levanta a bunda dai e vai! Se joga, se arrisca!”

 

Vamos conversar sobre ângulos diferentes:

POSITIVOS:

  • Trilha sonora: redondinha, adorei todo o tom que ela proporciona à trama, super azeitada e extremamente coerente. Delicioso!
  • Figurino impecável: vale buscar uma percepção diferente à este quisito, pois é ele que serve de pano de fundo, ou seja tem valor riquíssimo. Cada look em que a protagonista aparece é nítido uma menção a diferença entre moda e estilo, assim a proposta é revelar produções impactantes e que impõe a personalidade de Sophia. Já de cara é possível notar isso, quando ela está com um look quase nada, mas que se transforma com a coordenação de uma bota tipo coturno, super pesada e autêntica. Vale estar atenta e notar todas as produções!

 

NEGATIVOS:

  • História em si: tem momentos que não parecem contar a história de criação da marca, acaba ficando monótono e por vezes, até um pouco bobo, deixando a série quase óbvia.
  • Personalidade da protagonista: sei que talvez seja polêmico comentar isso, porém faz parte pensar o seguinte: durante a criação e desenvolvimento desta série, li várias vezes que Sophia acompanhou o processo. Pois muito bem, no entanto, ao assistir a série, a protagonista passa uma imagem de pessoa intratável. Ai me pego pensando, será que a criadora da NASTY GAL  não se importa com isso? Será que ela é assim? Ou se vê desta maneira?
  • Empreendedorismo: esperava mais sobre a exploração do tema, achei que foi pouquíssimo abordado.

 

Não tiro em absolutamente nada minhas opiniões e impressões sobre o livro, mesmo depois de ter visto a série. Mas, penso que será muito mais proveitoso para se ter um aprendizado a respeito de empreendedorismo se você ler o livro. Por isso, leia #Girlboss!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s