Oficina de modelagem de calçados – Parte final

Hoje vamos falar aqui da etapa final da Oficina de Modelagem de calçados que participei na Oficina da Gasp, no post anterior expliquei como fizemos para desenvolver na fôrma empapelada o molde e a partir deste ponto vou contar como iremos “planificar” os moldes.

 

instagramfoto

FOTO: OFICINA DA GASP/ TRANSPORTE DA MODELAGEM

 

Ou seja, depois de já termos desenhado nas fôrmas é hora de transportar e fazer as correções necessárias.

Todo esse processo exige cuidado e delicadeza! Tenha em mãos:

  • Estilete
  • Papel kraft
  • Régua
  • Curva francesa ou compasso
  • Lápis ou caneta

Como começar? Eu diria o seguinte: pegue o estilete e vá removendo parte a parte, transferindo essas peças para o papel kraft, mas saiba que é importante dobrar ao meio este papel para que você possa espelhar algumas partes.

 

Qual o passo a passo dessa transferência?

  1. Gáspea dianteira: 

Observe a parte em fita crepe (branca) na imagem, é a parte que foi transportada da fôrma para a realização desta parte do molde (gáspea dianteira). Neste processo é comum, para quem está começando, surgirem problemas no momento deste transporte, ou seja, aparecerem rugas e rasgos. Porém, não se desespere! Aqui de qualquer maneira, você terá que fazer alguns ajustes.

 

gaspeadobra20170718_142129pic22

 

Com o auxílio de uma régua e uma curva francesa (ou compasso) faça as marcações margens de costura. Na parte traseira e frontal do molde acrescente 0,5 cm e na inferior 2 cm. Após você já ter feito estes acréscimo, dobre o papel à esquerda da imagem para, no final espelhar este molde e ter a gáspea como uma peça única (como na foto).

 

20170725_173648gaspea

Molde da gáspea dianteira: resultado da transferência do molde da fôrma para o papel em espelhamento.

 

2.Talão:

 

talãomargens

 

O talão é parte lateral do calçado, em modelos como os tênis, por exemplo. Neste caso, optou-se por já fazer a marcação dos ilhós no molde, na parte traseira foi acrescido 0,5 cm para união das peças. Na foto, trata-se do molde de talão externo do pé esquerdo, mas para obtenção do molde do talão interno do pé esquerdo, basta espelhar. Ou seja o lado contrário deste molde resultará no talão interno.

 

3. Língua:

A função primordial da língua é proteger o pé do sistema de amarração, ou seja, dos cadarços e se caracteriza por ser a parte superior da gáspea, localizada na parte central mediana dos pés.

 

lingua

Transferência da língua da fôrma para o molde

 

Neste modelo em que desenhei na fôrma, ela foi feita separadamente, porém há modelagens que não construídas juntas ao cabedal. Quando transportei o molde da língua ela rasgou, mas é possível fazê-la planificada, corrigindo as medidas em espelhamento.

 

20170725_180245.jpg

Língua espelhada e planificada.

 

Na hora da montagem a língua deverá estar posicionada da seguinte maneira:

 

20170725_18024lingua5parabixo

 

4. Sola:

A obtenção do molde da sola é uma das etapas mais fáceis, pois trata-se apenas de contornar a fôrma.

 

20170725_173856sola

Molde da sola

 

Para montagem do calçado, quanto unirmos as peças já é possível termos uma breve ideia de como será o resultado do calçado.

 

20170726_1resultadofinal61706

Resultado final dos moldes

 

Neste  momento acho importante fazer algumas ressalvas: ter construído todos estes moldes foi um aprendizado enorme. No entanto, este é só o começo!É necessário pensarmos, que para a construção de um calçado “real”,existem peças internas de reforço, quando houver sobreposição de peças é necessário acrescentar 0,5 cm nas margens, as partes estruturais que darão maior resistência assim como partes externas.

 

Screeexemplonshot_2017-07-25-21-53-46

Exemplo de quantidade de peças de molde./ Imagem: Quoque Menorca

 

Portanto imagine que um calçado deste tipo precisará de no mínimo de 10 a 13 peças.

E para concluir devo dizer que foi um aprendizado gigantesco ter participado desta oficina de modelagem, na Oficina da Gasp. Mas, de fato, foi só um gostinho, pois o assunto é extremamente profundo e imprescindível para quem quiser atuar na área.

*Mais uma vez meu muito obrigada à Oficina da Gasp!!

 

 

 

5 comentários em “Oficina de modelagem de calçados – Parte final

    1. Oi Ana Paula!! Obrigada pela visita, fico imensamente feliz em saber que gostou deste post, afinal é pra isso que trabalhamos, né?! Ampliar o conhecimento. Dê uma olhadinha nos posts anteriores e fique atenta aos futuros, porque sempre tem dicas de modelagem e a respeito da rotina de trabalho de designer de calçados! Sei que ai em Sampa tem a Rabble shoes (https://www.rabble.com.br/cursos) e tem o site Escola de calçados que é on line o curso. (http://www.artedocalcado.com.br/cursos). Tomara que sejam úteis as dicas, de kker maneira estou à disposição! Bjo 😉

      Curtir

      1. Eu AMEEI as dicas!! Não conhecia nenhum destes dois cursos! Trabalho com representação de fábricas de calçados, e na maioria delas faço coleções direcionadas para cada cliente/comprador. Mesmo conhecendo as fábricas e seus processos, ainda assim, às vezes fico um pouco deslocada por não saber detalhes importantes da construção.. Obrigada pela ajuda e atenção!!! Beijosss

        Curtido por 1 pessoa

  1. Que legal seu trabalho! Super te entendo, porque por mais que se conheça a área de calçados, algumas informações sobre modelagem na prática fazem falta, né?! Essa é uma das missões aqui do blog, poder prestar informação de algo que ainda é tão pouco abordado para quem quer trabalhar e aprender sobre a área calçadista! Fico imensamente feliz em saber que te ajudei e que gostou aqui do blog!! Imagine, estou sempre às ordens, ok?! Kker coisa é só escrever! bjo 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s