Planejamento e desenvolvimento de uma coleção de calçados – Como tudo começa?

A partir de hoje começa a ser explicado neste espaço (das quartas feiras) como é feito para serem desenvolvidos estes produtos tão incríveis que calçam os pés do mundo. Antes de começar vale ressaltar, o que já tinha sido comentado no post anterior, apenas reforço hoje; tudo será explicado de modo generalizado, portanto podem ocorrer variações.
Da ideia até o calçado prontinho ir para as vitrines da vida, há um caminho imenso, cheio de detalhes, todos fundamentais.
O ponto de partida é a inspiração, a primeira ideia de onde todos os próximos passos irão seguir. Essa ideia pode ser uma imagem, uma viagem, um tema, uma comida, um cheiro, os desenhos gráficos da louça da sua mãe, qualquer coisa.
A coleção começa a ser planejada e desenvolvida com um tempo razoável de antecedência e por isso nesta etapa inicial ocorre uma pesquisa bastante ampla sobre o tema da coleção. É a parte mais criativa, mais permissiva e agradável.

Instagram Di Gaia Official

Este começo você deve ter a mente aberta a tudo, mas pense que, posteriormente, toda a “história” da coleção, desde a inspiração até o produto final devem formar uma unidade visual, tudo deverá dialogar entre si.
Durante toda a pesquisa e escolha do tema passará por uma espécie de filtro, trazendo assim novas coisas a serem investigadas e exploradas.
Buscar pela inspiração é algo relativo, para algumas pessoas pode ser super tranquilo, mas para outras é algo que requer cuidado e atenção. Mas, a dica é: seja naturalmente curioso! Saiba olhar para tudo de modo amplo, veja possibilidades onde talvez nem sempre seja fácil de enxergar. Pesquise, pesquise e pesquise. Onde? Em sites, revistas, livros, redes sociais, na rua, no shopping, no museu, em um café, em uma viagem, ou seja, tudo é fonte e deve ser bebida.
Escolheu o tema? Pois bem, daqui surgirá toda a inspiração para você dissecar seu tema, explorar ao máximo e encontrar sua inspiração. O tema deve ser amplo, para que você possa enxergar possibilidades. O que quero dizer com isso? É que não seja extremamente focado em uma coisa só, por exemplo, tema “pluma” pode ser segmentado demais, entretanto falar sobre a história de um voo, provavelmente inspirado em um filme ou livro te auxiliará a chegar na pluma como parte da pesquisa (CHOKLAT: 2012).

Monte um painel, faça um moodboard ou sketchbook. Tudo que encontrar e achar que pode ser útil vá arquivando em um mesmo espaço/local, pode ser imagem, pedaço de papel, tecido, enfeite, enfim qualquer coisa, isso te ajudará mais tarde.

Teve uma ideia? Então sabe aquele desenho infantil de sol? Um círculo com vários traços ao redor? Faça exatamente isso, escreva uma palavra (ou encontre uma imagem) e dali vá criando “braços” que podem ser extremamente válidos para sua coleção, cada traço é um novo rumo para sua pesquisa. Pense em tudo até esgotar!
A inspiração pode vir de diversas origens, como já comentei acima, mas pense que tirar ideia de algo tem tudo a ver com ser curioso, deixar seus pensamentos voarem livremente, não seja repressor com suas ideias.
Pense em temas que você não conhece ou pouco sabe, ali podem morar fontes valiosas para um novo universo, a inspiração virá à tona com curiosidade da novidade.
Por hoje é só? Ficou com dúvidas?
Deixe nos comentários.
Semana que vem continua …

7 comentários em “Planejamento e desenvolvimento de uma coleção de calçados – Como tudo começa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s